Feriado teve quatro casos de agressão e violência doméstica

Em todos os casos, os agressores ameaçaram matar as vítimas

(Foto: Divulgação)

A Polícia Militar registrou quatro ocorrências de agressão e violência doméstica em Guarapuava e Região nesse feriado do Dia do Trabalhador. Em Guarapuava o primeiro caso foi registrado às 18h na Estrada do Guairacá, localidade de Saltinho. De acordo com a mulher de 24 anos, o marido de 21 anos tinha consumido bebida alcoólica e começou a discutir com a ela.

Durante a discussão, o agressor atingiu os braços da mulher com um pedaço de madeira, além de xingá-la e a ameaçar de morte. O homem foi encontrado na casa ao lado e diante do interesse em representação, os dois foram levados até a 14ª SDP.

Às 21h, mais um caso envolvendo violência foi registrado pela PM. Desta vez no bairro São Cristóvão. A mulher informou aos policiais que a filha de 14 anos se desentendeu com o padrasto de 31 anos e que durante a discussão, o companheiro agrediu a filha e teve que intervir. O agressor começou a ameaçar a enteada e a mãe, dizendo que iria matar as duas. As partes foram conduzidas à 14ª SDP para a medidas cabíveis.

IRATI

Em Irati, por volta das 10h30 dessa quarta (1), a polícia foi até a rua TV São Vicente de Paulo, na Vila Nova, onde a moradora afirmou que estava separada do companheiro há seis meses, e que meia hora antes o mesmo invadiu a casa dela. Segundo relato feito aos policiais, o homem estava agressivo, e perguntou a ela porque a ex-mulher não atendia o telefone.

A vítima disse que não lhe devia mais satisfação, e o homem irritado a agrediu, causando uma lesão. Depois de empurrar a mulher, o agressor fugiu do local prometendo retornar e atear fogo na casa dela. Os policiais fizeram boletim de ocorrência e orientaram a mulher a comparecer à 41ª DRP para pedir outra medida protetiva.

FOZ DO JORDÃO

E às 21h, a PM registrou o quarto caso de agressão contra mulher. A Polícia recebeu uma denúncia de que estaria ocorrendo uma situação de violência doméstica na rua Afonso de Paula Siqueira, no Bairro Planalto, em Foz do Jordão. No local, os policiais encontraram o homem de 45 anos no quintal da casa da ex-esposa, de 44 anos, ameaçando de morte a mulher e o filho dos dois, de oito anos.

O agressor também desacatou a equipe policial, foi preso e encaminhado para a 14ª SDP. No deslocamento até a delegacia, o homem deu chutes no interior da viatura, causando danos.

Relacionadas

BALANÇO DA OPERAÇÃO

'Bate Grade' na cadeia de LS apreende sete celulares e 16 facas

PANDEMIA

Laranjal tem o primeiro paciente infectado com covid-19

PANDEMIA

Leitos destinados a pacientes com covid-19 estão parcialmente ocupados

Comentários