Grupo invade terreno, ameaça família e um jovem é preso em Rio Bonito

De acordo com a PM, o grupo de 15 pessoas invadiu o terreno e ameaçou os moradores. Com a chegada da polícia, eles fugiram. Um jovem de 22 anos foi preso

De acordo com a PM, o grupo invadiu o terreno tentando tomar posse e ameaçando agredir e roubar a família (Foto: Arquivo/RSN)

A Polícia Militar atendeu a uma ocorrência de esbulho possessório na noite dessa quarta (29) em Rio Bonito do Iguaçu. Assim, por volta das 20h25, a equipe se deslocou até a Linha Assentamento Ireno Alves, na Comunidade Irmã Dulce, área rural do município. De acordo com a PM, uma mulher de 34 anos relatou que saiu com o marido de casa. Entretanto ao retornar, o casal encontrou o local arrombado, e com cerca de 15 pessoas dentro do terreno.

Ainda de acordo com as afirmações da mulher à polícia, as pessoas informaram que eram donas daquela terra e que tomariam posse da mesma. Entretanto, o terreno tinha sido comprado por ela há um ano, sendo feito o contrato. A moradora afirmou ainda, que um dos homens que invadiu o local disse que queria conversar com o irmão dela, afirmando que tinha conhecimento de como ele adquiriu o lote. Quando a mulher percebeu, três pessoas estavam retirando armas de dentro de um VW Gol e ameaçando roubar os pertences da família.

Assim, ela ligou para o irmão e pediu que ele fosse até a casa dela. Mas, quando ele chegou ao local viu os homens armados indo em direção ao carro em que estava e fugiu, ouvindo diversas ameaças. No mesmo momento, ele entrou em contato com a PM de Saudade do Iguaçu que foi até o local informado.

CHEGADA POLICIAL

Chegando lá, os homens que estavam ameaçando a família fugiram para a mata, sendo possível alcançar dois deles, um de 27 anos e outro de 22 anos, que se responsabilizaram pela invasão do terreno. Os dois relataram à PM que a mãe deles era a proprietária da terra e que tinham ordem judicial para tomar posse. Ao analisar a referida ordem, os policiais pediram que procurassem o fórum da comarca, já que o documento tinha sido emitido pelo Incra.

Assim, o jovem de 22 anos começou a desacatar a equipe. Com isso, a PM deu voz de prisão a ele, mas ele continuou resistindo e ofendendo os policiais. Por fim, o jovem foi preso e encaminhado ao 16º BPM para os procedimento cabíveis. A polícia não encontrou nada de ilícito e nenhuma arma no local.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ACIDENTE GRAVE

Uma pessoa morre em engavetamento de caminhões na Serra da Esperança

DANO AMBIENTAL

IAP é acionado para avaliar danos ambientais em Prudentópolis

CONTAS IRREGULARES

TCE reprova contas de ex-prefeito de Turvo por gastos irregulares

Comentários