GSV busca voluntários para a prevenção de suicídios em Guarapuava

O grupo 'Guarapuava Salva Vidas' está procurando pessoas interessadas em ajudar o próximo através da escuta ativa

GSV busca voluntários para a prevenção de suicídios em Guarapuava (Foto: Divulgação)

A campanha ‘setembro amarelo’ já passou, mas os casos de suicídios continuam diariamente. Em Guarapuava,  o grupo ‘Guarapuava Salvando Vidas’ ajudando na prevenção dos suicídios na Região. E agora, eles precisam da ajuda de mais voluntários para continuar essa missão.

Além disso, a UniGuairacá apoia o projeto e sedia encontros de formação para voluntários. A ideia é ter Guarapuava como o centro dos atendimentos feitos pelos voluntários, com cobertura por todo o Paraná. Dessa maneira, minimizando os problemas do chat pelo CVV que atende em âmbito nacional. Assim, conseguindo atender a demanda regional.

COMO FUNCIONA

O projeto tem ajudado muitas pessoas, conforme apontou o coordenador do grupo, Arthur Antônio Mondin. “O suicídio é um dos problemas mais sérios da atualidade, em qualquer lugar do mundo. O voluntário do GSV é alguém que se dispõe a conversar com quem está triste, precisando desabafar ou que realmente está pensando em suicídio”.

Dessa maneira, o voluntário do GSV disponibiliza três horas semanais para colaborar com o projeto. Assim, conversa com outra pessoa pelo computador ou celular de forma anônima, sigilosa, sem julgamentos ou críticas. De acordo com o GSV, os requisitos para ajudar é ter mais de 18 anos e participar de um curso gratuito de aproximadamente 30 horas de duração pela UniGuairacá.

Os interessados podem se inscrever pelo site.

SERVIÇO

Se precisar de ajuda, o site GSV está sempre no ar. Com atendimento on-line de domingo a sexta, das 19h às 23h e no sábado, das 19h às 22h. De acordo com Arthur, os voluntários farão de tudo para ajudar para que a vida seja preservada e que seja mais leve.

Por fim, no Setembro Amarelo deste ano, o Portal RSN, fez uma série de reportagens de alerta e prevenção ao suicídio e trazendo informações sobre a saúde mental das pessoas. Além disso, tratando de temas sensíveis e ressaltando a importância do assusto ser mais discutido na sociedade.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MERCADO DE TRABALHO

Paraná é o estado que mais empregou pela Agência do Trabalhador

CONVERSA ON-LINE

MIS-PR promove conversa comemorando o dia do patrimônio audiovisual

BOA AÇÃO

Grupo 'Duelo do Bem' começa as reformas no hospital Santa Tereza

Comentários