Guarapuava vive ‘situação de emergência’, decreta o prefeito

Guarapuava tem novas medidas restritivas para o comércio, transporte coletivo, velórios e outras atividades que costumam ter aglomerações de pessoas

Guarapuava entra em situação de emergência (Foto: Arquivo/RSN)

Guarapuava encontra-se em situação de emergência por causa do coronavírus. Assim, um novo decreto assinado pelo prefeito Cesar Silvestri Filho (Podemos) foi anunciado no fim da tarde desta quinta (19). Ao lado de representantes das entidades comerciais da cidade, o prefeito anunciou as novas medidas preventivas.

Porém, durante pronunciamento ‘on-line’, Cesar Filho tranquilizou a população. Não queremos criar alarme ou pânico. Essa medida de decretar emergência foi adotada para facilitar processos burocráticos como de licitação, por exemplo, caso sejam necessários para eventuais contratações ou compras emergenciais de equipamentos”.

Conforme Cesar Filho, Guarapuava continua com um caso suspeito de Covid-19, sem nenhuma confirmação.

O DECRETO

Conforme o decreto nº 7820, a partir desta sexta (20), o comércio ficará aberto das 13h às 18h, de segunda a sexta, e aos sábados das 10h às 16h, e fechado aos domingos e recessos, por tempo indeterminado.

Assim órgãos da administração direta e indireta, incluindo Paço Municipal, Procon, Defesa Civil, Central de Triagem e serviço de coleta de lixo terão atendimento ao público reduzido. Portanto, estarão funcionando das 13h às 17h, a partir desta sexta (20).

De acordo com o decreto, academias, shoppings, cinemas, teatro, museus, casas noturnas e de shows, centros de eventos, escolas de atividades esportivas e clubes serão fechados, a partir desta sexta (20).

Porém, bares e restaurantes podem permanecer abertos até às 22h, respeitando a aglomeração máxima de 50 pessoas. Assim, após esse horário, apenas o serviço de entrega em domicílio será autorizado.

TRANSPORTE COLETIVO

Além disso, os serviços de trânsito e transporte também têm alteração. As atividades do Estar (Estacionamento Rotativo) estão suspensas, a partir desta sexta (20), por tempo indeterminado.

Conforme o decreto, as linhas do transporte coletivo serão reduzidas com circulação de ônibus do meio-dia às 19h, em dias úteis. A partir deste sábado (21), haverá transporte público apenas das 9h às 17h. Assim, os ônibus voltarão a circular somente na segunda, ao meio-dia.

SUPERMERCADOS

As redes de supermercados deverão controlar o acesso dos seus clientes através de senhas. Porém,  respeitando o limite máximo de 10 pessoas por caixa/guichê de atendimento, a partir desta sexta (20). Eventos fúnebres também não poderão aglomerar mais de 10 pessoas.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA – MEDIDAS ADMINISTRATIVAS

Com a situação de emergência decretada, fica estabelecido que as contratações temporárias que forem necessárias deverão utilizar preferencialmente a lista de classificação do concurso nº 01/2018. Se isso não for possível, haverá emissão de edital de chamamento público.

Caso seja necessário, o decreto estabelece também que servidores municipais de qualquer setor poderão atuar na fiscalização do cumprimento das normas estabelecidas nos decretos e nas formas de enfrentamento do Covid-19.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

UTILIDADE PÚBLICA

Energisa divulga desligamento programado para Guarapuava

MAIS CONFIRMAÇÕES

Guarapuava registra cinco novos casos de covid-19 em 24h

BALANÇO SEMESTRAL

Polícia Ambiental registra aumento de prisões e resgates de animais

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com