Hemocentro de Guarapuava precisa de doações de sangue tipo O

Com a retomada das cirurgias eletivas e cardíacas, o Hemocentro pede que sejam doados sangues O positivo e negativo

Hemocentro de Guarapuava precisa de doações de sangue tipo O (Foto: Reprodução/Pixabay)

O Hemocentro Regional de Guarapuava está precisando de doadores de sangue do tipo O positivo e O negativo. De acordo com a instituição, com a retomada das cirurgias eletivas e cardíacas as doações se tornam ainda mais necessárias. Durante a pandemia, as cirurgias tinham sido suspensas, mas agora voltam a ocorrer. E, assim, reafirmam a importância das doações.

De acordo com a instituição, a pandemia não influenciou no recebimento de doações. “O Hemocentro adotou algumas estratégias que garantem a segurança dos doadores e consequentemente a qualidade dos hemocomponentes”. Além disso, afirma que a faixa etária que mais doa são adultos de 29 a 49 anos, divididos entre 50% homens e 50% mulheres.

DURANTE A PANDEMIA

A Secretaria de Saúde do Estado do Paraná implantou uma série de medidas de proteção para que as doações pudessem continuar. Entre as medidas adotadas estão as coletas feitas por agendamento e a disponibilização de álcool gel em todos os setores da instituição. Além disso, todos os colaboradores trabalham com equipamentos de proteção individual. Os doadores devem usar máscaras. Por fim, os ambientes são limpos com frequência e há espaçamento entre as cadeiras de coleta.

O Hemocentro de Guarapuava fica na rua Afonso Botelho, 134, no bairro Trianon. O atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 11h e das 13h30 às 16h.

ROTINA

Assim, o doador precisa seguir alguns passos antes de doar. Entre as recomendações está dormir pelo menos seis horas, ir alimentado e evitar alimentos gordurosos. Além disso, levar documento com foto como RG, CNH ou Carteira de Trabalho.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Saúde confirma mais duas mortes em Guarapuava

RELIGIÃO

Antiga sede da catedral passa a ser santuário no dia da Padroeira

COVID19

Doses vão zerar a fila dos funcionários ativos da Saúde, diz prefeito

Comentários