Hoje (16) é o último dia para fazer pedidos do site ‘Compre do Produtor’

Após esta data, os pedidos só poderão ser feitos ano que vem. Contudo, as cestas de Natal vão ser vendidas até sexta (18) às 13h

Hoje (16) é o último dia para fazer pedidos do site ‘Compre do Produtor’ (Foto: Gilson Boschiero/RSN)

O site ‘Compre do Produtor’ está aceitando pedidos até esta quarta (16) em Guarapuava. Após esta data, os pedidos só poderão ser feitos ano que vem. Contudo, os interessados podem adquirir as cestas de Natal até às 13h desta sexta (18).

De acordo com Carlos Eduardo Bortolin, coordenador do site, pedindo hoje (16) até 15h, os clientes recebem os produtos fresquinhos na sexta (18). “Vamos continuar ano que vem trazendo muitas novidades para desenvolver ainda mais essa plataforma que conecta o produtor rural com a população guarapuavana”.

‘COMPRE DO PRODUTOR’

O site ‘Compre do Produtor’ chegou em Guarapuava como uma solução para o escoamento dos produtos da agricultura familiar em meio a suspensão das feiras semanais durante a pandemia. Porém, agora, cresce como forma inovadora para fortalecer a economia dos pequenos produtores.

Conforme Carlos Eduardo Bortolin, em tempos de dificuldade, o serviço público precisa ter resposta rápida para as demandas da população. “Com o site, inovamos na forma de comercializar a produção agrícola dos pequenos produtores familiares assistidos pela Secretaria de Agricultura durante o início da pandemia e é motivo de orgulho e felicidade saber que nosso projeto ajudará agricultores familiares de outra cidade”.

(Foto: Secom/Prefeitura Municipal de Guarapuava)

Além disso, a plataforma já é referência nacional, sendo modelo para outros municípios. Por fim, para adquirir um dos produtos, como verduras, grãos, pães, e até mesmo cerveja artesanal, acesse o site.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

IMUNIZANDO A POPULAÇÃO

Saúde de Guarapuava já vacinou 2.377 pessoas

LUTO

Santa Casa de Irati lamenta morte de médica por covid-19

SUSPENSÃO

Governo suspende exigência de prova de vida de aposentados federais

Comentários