Homem agride ex-mulher e foge com filho de 3 anos em Pinhão

O homem de 25 anos investiu contra os policiais. Os pais dele também tentaram impedir a prisão. O agressor disse que foi matar a ex-mulher

Homem agride ex-mulher e foge com filho de 3 anos em Pinhão  (Foto: Reprodução/Pixabay)

Um homem de 25 anos invadiu a casa da ex-mulher de 35 anos nesse domingo (2) em Pinhão e depois fugiu com o filho do casal de apenas três anos. De acordo com a vítima, o ex-marido invadiu a casa dela na rua João Dapesko, no bairro Colina Verde. Conforme relato feito aos policiais,o agressor quebrou um portão, uma porta, uma estante, uma televisão e diversos objetos. Em seguida, fugiu com o filho do casal de três anos e foi para a casa do pai.

Entretanto, ao sair da casa com o filho no colo, testemunhas informaram que o agressor foi incisivo em declarar, que tinha ido até o local para matar a ex-mulher. Conforme declaração da própria vítima, ela já tinha recebido várias ameaças. Ainda de acordo com ela, sempre que o ex-marido faz uso de bebidas alcoólicas e também de drogas, se torna agressivo. Além disso, ela disse que possui medida protetiva contra ele.

RESISTÊNCIA

A equipe policial foi até a casa dos avós paternos. No endereço, a PM foi informada que o pai estava com a criança de três anos no quarto. O homem investiu contra os policiais e foi necessário uso de força compatível para neutralizar a injusta agressão. No momento em que os policiais levavam o agressor até a viatura, os pais dele também investiram contra os policiais, tentando impedir que ele fosse levado.

Conforme a polícia, o homem foi levado primeiramente para o Hospital Santa Cruz, onde recebeu atendimento médico. Em seguida, foi conduzido para o 4° Pelotão para confecção de boletim de ocorrência. Entretanto, durante a confecção do boletim, o tio do agressor – que não estava presente em nenhum dos momentos – acompanhado de uma mulher, foi até o pelotão da polícia.

No local, os dois tentaram intimidar os policiais, falando que a família do preso entraria com uma ação judicial em desfavor da equipe policial. Aos dois foram informados os nomes dos policiais que participaram da ocorrência. Também foram orientados quanto às medidas necessárias. No pelotão da PM, o agressor ameaçou novamente a ex-mulher na frente dos policiais. Ele foi levado à delegacia de polícia civil para os procedimentos cabíveis.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

INDIGNAÇÃO

Em Candói, manifestantes pedem prisão para agressores de animais

COLHEITA FARTA

Produtor de cevada comemora colheita, qualidade e preço

REGIÃO

PM identifica autora de postagens ofensivas à Corporação em LS

Comentários