Homem é encontrado morto em meio a uma plantação em LS

Alaércio Antonio de Teixeira foi morto com golpes de facão, na tarde desta segunda (3). Este foi o quarto homicídio em Laranjeiras do Sul nas últimas horas

Alaércio tinha 35 anos (Foto cedida pelo blog Meia Hora Notícias)

Mais um assassinato coloca o município de Laranjeiras do Sul no topo das notícias nos últimos dias. Na tarde desta segunda (3), um homem foi morto por golpes de facão, no Bairro Mineiro.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência, Alaércio Antonio de Teixeira, 35 anos, foi assassinado na frente da filha de 14 anos de idade. Três homens participaram do crime.

Conforme informações do Corpo de Bombeiros, ele tinha cortes nas mãos, além de vários ferimentos na face, crânio, ombro e coxa. Ainda segundo os Bombeiros, as armas utilizadas foram uma faca e um facão.
O corpo, que estava caído em meio a uma plantação de soja, foi transladado para o Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava. Porém, como o expediente termina às 20h, só será liberado nesta terça (4).

QUATRO CRIMES EM MENOS DE 48 HORAS

Em menos de 48 horas este foi o quarto homicídio cometido em Laranjeiras do Sul. Os irmãos Vilson e João das Neves foram apedrejados até a morte. Já o jovem Romário Leal foi morto com golpes de faca e um golpe fatal num dos lados do rosto que, segundo o laudo do IML, provocou traumatismo craniano. De acordo com mãe da vítima, Ester Leal, contaram à ela que três homens teriam matado o seu filho.

Porém, informações recebidas no começo da noite desta segunda (3) pelo Portal RSN, o dono da casa onde o corpo de Romário foi encontrado disse que não dormiu em casa. Entretanto, ao chegar pela manhã desta segunda viu a porta aberta, a casa revirada, muito sangue, e o corpo no chão.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

MORADIA

Famílias recebem casa própria em Santa Maria do Oeste

CANDÓI

Manifestação pede que lei contra maus tratos de animais seja cumprida

BOA AÇÃO

Parada Solidária recebe doações de brinquedos para o Natal em Irati

Comentários