Hugo Hoyama realiza clínica de tênis de mesa em Turvo

O mesa-tenista Hugo Hoyama, maior medalhista brasileiro de ouro na história dos jogos Panamericanos, esteve, no último final de semana na cidade de Turvo, onde realizou uma clínica da modalidade e conversou com os participantes sobre sua carreira.
Turvo tem apoiado o esporte por meio da parceria entre a Escola Edite Marques e a Prefeitura Municipal, por meio da Divisão de Esportes. A Escolinha de Tênis de Mesa, coordenada pelo professor Osmael Andrade, atende cerca de 40 crianças e jovens entre 5 e 23 anos de idade gratuitamente. “Aquele que tem dificuldade com a compra do material, nós ajudamos”, declara o professor. Para poder fazer parte do projeto, o aluno deve estudar e mostrar bom rendimento escolar e não ser advertido por indisciplina. “O estudo é o mais importante”, afirma Hoyama.
O tênis de mesa é uma modalidade pouco divulgada no país, mesmo sendo uma das mais praticadas nas escolas. “De cada dez pessoas, nove já jogaram pingue-pongue”, afirma Hugo Hoyama. A visita do atleta à cidade, segundo Robson Geovane Miguel, Secretário de Esportes do município, é uma forma de incentivar a modalidade. “Espero que com a minha participação a gente consiga despertar o interesse pelo tênis de mesa”, declara Hugo Hoyama.
Muitos dos atletas, assim como Hoyama, começam a prática esportiva nas mesas de pingue-pongue nos intervalos escolares. O tênis de mesa e o pingue-pongue são semelhantes, embora a primeira seja mais competitiva e a segunda uma modalidade mais de lazer.
Priscila Borges e Tiago Lima, campeões em suas categorias, começaram no esporte em suas escolas. “Jogava com os amigos na escola e me apaixonei pelo esporte”, declara Tiago. Na competição em Turvo, Priscila jogou também entre os meninos. “As meninas não valorizam muito o esporte e jogar com os meninos é mais difícil, eles são mais fortes”, afirma a atleta.
Tiago, campeão na categoria aberto, faz parte do projeto Trevo da Sorte, coordenado pela professora Laudenora Ferreira, desenvolvido no Colégio Newton Felipe Albach, em Guarapuava. O projeto que retornará suas atividades em agosto, semelhante ao do Turvo, atende crianças e jovens. “Mais que campões, queremos formar cidadãos. Os alunos chegam meia hora antes dos treinos para realizar atividades de leitura, interpretação de texto e atividades culturais”, destaca Laudenora.
O evento “Aprendendo com o campeão Hugo Hoyama”, realizado pela Prefeitura Municipal de Turvo, Divisão de Esportes e Colégio Edite Marques, teve o apoio da Faculdade Guairacá, Cresol Seguros, Conect Informática e Banco Bradesco.

Por Leandro Tafuri

Relacionadas

TRAGÉDIA

Avião cai e mata parte de equipe de time de futebol em Tocantins

CAMPEONATO PARANAENSE

Datas para o Campeonato Paranaense já estão definidas

Operário enfrenta o Cruzeiro nesta quarta (20) no 'Brasileirão Série B'

Comentários