Inscrições para o Fies começam hoje e seguem até a sexta (31)

Podem se inscrever na seleção do Fies aqueles que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010

A convocação da lista de espera do Fies vai do dia 4 até 31 de agosto (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

Os estudantes brasileiros já podem se inscrever no processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) pelo site. As inscrições começam hoje (28) e seguem até a sexta (31). O resultado será divulgado no dia 4 de agosto. Segundo o Ministério da Educação (MEC), o período para complementação da inscrição dos candidatos pré-selecionados será de 4 a 6 de agosto.

As inscrições no programa, que começariam na semana passada, foram adiadas depois que o MEC identificou inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições de ensino superior.

Além disso, o MEC informou que quem não for pré-selecionado na chamada única do Fies pode disputar uma das vagas por meio da lista de espera. Para participar da lista do Fies não é necessário manifestar interesse, a inclusão é feita automaticamente.

A convocação da lista de espera vai do dia 4 até 31 de agosto.

OS REQUISITOS

Sendo assim, podem se inscrever na seleção do Fies aqueles que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e tenha alcançado nota média nas provas igual ou superior a 450 pontos. Além disso, o candidato não pode ter zerado a redação e deve ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

O Fies é um programa do MEC que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, em instituições de educação superior particulares. O fundo é um modelo de financiamento estudantil moderno, divido em diferentes modalidades, podendo conceder juro zero a quem mais precisa.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

FACILIDADE

Financiamento da casa própria já pode ser feito por app da Caixa Econômica

DESIGUALDADE

Prisões de negros crescem 14% nos últimos 15 anos no Brasil

AUXÍLIO COM RESTRIÇÕES

Bolsonaro sanciona com vetos, auxílio emergencial para setor esportivo

Comentários