Isolamento em Guarapuava se mantém abaixo dos 40% em dias úteis

Apesar dos índices ficarem abaixo do ideal apontado pelos especialistas, um estudo aponta que a curva de propagação apresenta sinais de queda em Guarapuava

Tendência da curva do avanço da doença na cidade é de queda (Imagem: Reprodução)

O índice de isolamento no mês de julho em Guarapuava ficou abaixo dos 40% em dias úteis. As análises, que são feitas pela empresa In Loco, têm como base os dados de aparelhos móveis. Desde o dia 1º de julho, foram confirmados 229 casos de covid-19 no município. Os últimos dados da Saúde de Guarapuava já contabilizam 408 pacientes com exames positivados para a doença, sendo que 334 já se recuperaram.

Conforme os especialistas o índice ideal para controle rápido das contaminações é de 70%. Há pelo menos três dias, Guarapuava mantém o número pouco acima da metade do ideal, ficando em 37%. Porém, conforme a coleta de dados da In Loco, no último fim de semana o isolamento chegou a 50%. Contudo, segundo as análises, no dia 17 de julho foi registrado o menor índice de isolamento no mês em Guarapuava: 35%.

Apesar de novas confirmações diárias no município, um estudo independente mostra que a tendência da curva da contaminação pela doença é de queda. Isso porque, o número de casos ativos tem registrado queda recorrente em pelo menos 14 dias. Um dos fatores apontados pelo idealizador dos estudos, como uma possível diminuição da propagação da doença em Guarapuava, foram as restrições sociais.

Mesmo com números de isolamento abaixo do ideal, Guarapuava ainda se mantém dentro da média estadual. Assim, durante o mês de julho, o Paraná teve média diária de 39%. Mesmo com as medidas mais severas impostas pelo Governo do Estado para sete regionais, os números de isolamento não tiveram alteração. No país, o número é ainda menor, 38,2%.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ALERTA

Postagem 'fake' anuncia distribuição de cestas básicas em Guarapuava

REQUERIMENTO

Súmula de autorização florestal ao Instituto Água e Terra

HOMENAGEM

Bombeiros participam do cortejo do menino Emanuel em Guarapuava

Comentários