Jovem ateia fogo no próprio corpo para coagir namorada a não terminar o relacionamento

A adolescente contou que estava na casa do namorado e que disse que iria terminar o namoro. Nesse momento, o jovem a segurou pelo pescoço e jogou gasolina no próprio corpo

Jovem ateia fogo no próprio corpo para coagir namorada a não terminar o relacionamento (Foto: Reprodução/ Pixabay)

A Polícia Militar já atendeu situações de violência doméstica no dia 1 de janeiro de 2021. Conforme informações do boletim da PM, por volta das 5h, no Centro de Cantagalo, uma mulher de 31 anos relatou que o namorado da filha dela havia ateado fogo no próprio corpo. O jovem de 18 anos estava tentando coagir a adolescente de 16 anos que queria terminar o namoro.

Diante do fato a equipe policial foi ao hospital e a enfermeira de plantão informou que eles foram encaminhados à Laranjeiras do Sul para cuidados médicos. Além disso, afirmou que o jovem tinha queimaduras no rosto, orelha, partes íntimas, abdômen, tórax e mãos. Já a adolescente apresentava queimaduras nas costas e vermelhidão no pescoço.

COMO TUDO OCORREU

Quando questionada pela enfermeira, a adolescente contou que estava na casa do namorado e que disse que iria terminar o namoro. Nesse momento, o jovem a segurou pelo pescoço e jogou gasolina no próprio corpo. Assim, a quantidade que restou dentro do galão foi jogada na adolescente. Em seguida ele teria utilizado fósforos para atear fogo em si mesmo. Além disso, conforme os relatos, ele questionou se a adolescente duvidava que ele faria o ato.

De acordo com ela, na tentativa de apagar o fogo, ela acabou sofrendo queimaduras nas costas. Diante dos fatos, o jovem foi preso e permaneceu com escolta policial no hospital.

GUARAPUAVA

Por volta das 11h50min do mesmo dia, no bairro Primavera, uma mulher acionou a equipe policial e relatou que a filha dela grávida, de 27 anos, estaria sendo agredida pelo marido de 30 anos. No local, a vítima informou que teve uma discussão com o homem e que ele a empurrou. A PM a orientou sobre os procedimentos para representar, mas ela não manifestou interesse.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

DESTAQUE

Indígena de Mangueirinha é o primeiro no PR a presidir Conselho Tutelar

SEGURANÇA PÚBLICA

Batalhão da PM recebe cinco novas viaturas em Guarapuava

VIOLÊNCIA

Briga entre primos acaba em morte no interior de Candói

Comentários