Lobo Bravo Rugby briga pela primeira colocação

No dia 28 de março Guarapuava recebe a 1ª etapa do Campeonato Paranaense de Rugby. Além do time da casa, mais seis equipes estão confirmadas: Cascavel, Londrina, Maringá, Cidade Gaúcha e Curitiba, que vem com dois times.
O campeonato será no Estádio Municipal (ao lado do Ginásio Joaquim Prestes), com início previsto para as 8 horas e término às 18 horas. A modalidade é a Rugby Union, porém com 12 atletas em campo. “Esse ano é uma preparação para 2010, quando o campeonato será com 15 jogadores em campo”, conta o jogador Waldir F. Reccanello.
O Lobo Bravo Rugby vem de dois vice-campeonatos seguidos e este ano busca a primeira colocação. “No último sábado (14) fomos para o Paraguai jogar um amistoso, não ganhamos porque o Rugby lá é mais elevado do que no Brasil, mas deu para ver que o nosso time tá bem para ganhar o Paranaense. O objetivo é ganhar essa etapa ou, pelo menos, ficar em segundo”, aponta.
A equipe de Guarapuava foi montada em 2003 e nesse tempo vem lutando contra a falta de apoio. Sem patrocínio, o time da cidade tirou dinheiro do próprio bolso para custear a viagem ao Paraguai. Na verdade, até 1994 o rugby no mundo era considerado amador. Hoje, o esporte é popular em muitos países da América Latina e do resto do mundo, mas no Brasil ainda patina. “Tirando a seleção brasileira, que é semi-profissional, o resto é amador. Os jogadores da seleção recebem um auxílio de R$ 1.500, que apenas auxilia nas despesas de viagem”, revela.
Com o intuito de tornar o esporte mais conhecido e já pensando na formação de novos atletas, o Lobo Bravo Rugby vai estrear uma escolinha. Segundo Juliano Cardoso, que integra a equipe, a Prefeitura Municipal vai conceder uma remuneração para o treinador. “A expectativa para esse ano e o próximo é que o rugby cresça bastante e se torne o mais profissional possível”.
Treinos
Quem quiser conhecer melhor o esporte pode assistir os treinos da equipe, que acontecem aos sábados no quartel e segundas e quartas-feiras no Parque do Lago. Já nas terças e quintas, também no Parque do Lago, são os treinos físicos.
Como o rugby é um jogo de tomada de território, com muito contato, os jogadores precisam de força, resistência e velocidade.

Relacionadas

UFC

'Marcos Pezão' treina em Guarapuava para encarar volta ao UFC

INCENTIVO AO ESPORTE

Lei estadual concede título de utilidade pública ao CAD Futsal

MAIS UMA PERDA PARA O ESPORTE

Guarapuava está prestes a perder o Estádio Rubem de Melo, do Madeirit

Comentários