Mais 4 mil pessoas estão vacinadas contra gripe em Guarapuava

Em poucas horas foram aplicadas as doses recebidas para esta segunda etapa da campanha contra a gripe. Mais uma remessa está sendo aguardada pela Saúde

Doses da vacina contra a gripe acabaram em poucas horas (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

Mais quatro mil pessoas estão vacinadas contra gripe em Guarapuava, somente nesta quinta (16). As doses foram aplicadas nas pessoas que compõem os grupos de riscos, em Guarapuava. Na primeira fase foi batido recorde de vacinação em idosos e profissionais de saúde.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Celso Goes, duas mil doses foram destinadas aos profissionais que atuam no Corpo de Bombeiros, polícias Civil e Militar, Exército. “São consideradas como forças de segurança e salvamento”. Assim, também estão incluídos os profissionais que trabalham no sistema prisional; presos e internos; e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade, com medidas sócio-educativas.

Conforme Celso Goes, as outras duas mil doses foram para pessoas com condições clínicas especiais desde que apresentassem receituário médico. Assim como motoristas do transporte coletivo. “Essas pessoas receberam a vacina nas 33 unidades básicas de saúde”.

Embora caminhoneiros integrem esse grupo, uma estratégia está sendo montada para a imunização dessa categoria na próxima semana. “Vamos receber mais doses”. Segundo o secretário, um cronograma vai possibilitar a vacinação de motoristas apenas de Guarapuava.

VACINA BCG

Reservado apenas para a aplicação de vacina BCG, o Cisgap está atendendo a demanda de recém-nascidos. Apenas os bebês integram o público alvo dessa campanha.

Conforme Celso Goes, como essa vacinação estava suspensa, agora a procura está sendo alta. “Somente nessa terça (14), 60 recém-nascidos foram vacinados”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

OPORTUNIDADE

Abertas as inscrições para bolsas de Inclusão Social na Unicentro

AMOR E ATITUDE

Quatro mil famílias de Guarapuava e Pinhão recebem alimentos do MST

CRIMINALIDADE

Região de Guarapuava tem aumento no número de homicídios

Comentários