Marido tenta matar mulher e filho com tiros em Cantagalo

Mulher de 28 anos e menino de 8 anos estão internados no Hospital de Laranjeiras do Sul

(Foto: Divulgação)

A Polícia Militar atendeu a uma tentativa de feminicídio na noite dessa segunda (25) na rua Otávio Muzzolon, bairro Vila Nova em Cantagalo. Após receber denúncia anônima de que uma mulher teria sido vítima de disparos de arma de fogo dentro de casa, a PM deslocou até o endereço e no local foi informada por populares que a vítima já tinha sido socorrida.

Os disparos foram feitos pelo marido da mulher que também atirou contra o filho de oito anos. A criança apareceu andando e disse aos policiais que estava baleada nas costas. Outra ambulância do posto de saúde do município foi encaminhada para fazer o atendimento do menino. A polícia de Cantagalo pediu apoio da viatura de Virmond para fazer buscas do homem.

O pai do autor dos tiros disse aos policiais que a criança estava sentada no interior da casa em um banco pequeno em frente à porta, quando ouviu um disparo vindo do lado de fora. Informou ainda que ao sair para verificar o que estava acontecendo, viu três pessoas correndo na rua.

Testemunhas afirmaram ter visto o autor dos tiros saindo da casa do pai com uma arma longa e entrando em uma plantação de soja. O homem não foi encontrado até agora. De acordo com a enfermeira do posto de saúde do município que fez o primeiro atendimento das vítimas, a mulher de 28 anos estava ferida com tiro na região da barriga e o projétil ficou alojado.

Já o menino de oito anos estava ferido com dois tiros nas costas. A mulher e a criança foram transferidas para o hospital São Lucas de Laranjeiras do Sul. Nesta terça pela manhã, o hospital confirmou ao Portal RSN que mãe e filho permanecem internados na enfermaria, mas não informou o estado de saúde dos dois.

Relacionadas

AGRONEGÓCIO EM ALTA

Valor do bruto da produção agrícola de Guarapuava supera R$ 1 bi

BALANÇO DA OPERAÇÃO

'Bate Grade' na cadeia de LS apreende sete celulares e 16 facas

PANDEMIA

Laranjal tem o primeiro paciente infectado com covid-19

Comentários