Médica diz que São Vicente está preparado para atender crianças

A pneumologista infantil Mariana Saciloto auxilia pediatras do Hospital São Vicente com a elaboração do protocolo para atendimento de crianças

Médica pneumologista infantil, Mariana Saciloto (Foto: Divulgação)

O Hospital São Vicente em Guarapuava está pronto para o tratamento de crianças que sejam acometidas pelo novo coronavírus. De acordo com a pneumologista infantil Mariana Saciloto, embora as crianças não façam parte dos grupos de riscos, o hospital está preparado para possíveis casos. “Felizmente, as crianças são menos acometidas pelo novo coronavírus, mas estamos preparados para atender para atender, principalmente, se tiveram quadros mais graves no nosso hospital”.

Conforme a médica, ela está atuando no auxílio e suporte do quadro de pediatras do hospital, elaborando protocolo de tratamento do público infantil. “Tudo o que estamos fazendo tem como base os estudos mundiais. Tive reconhecimento desse protocolo pela Universidade de Maringá”.

OUTROS VÍRUS

Conforme a médica, a época é propícia para doenças respiratórias infecciosas. “Existem outros vírus que lidamos há muito tempo, principalmente, o H1N1, mas há outros vírus. Então temos que tomar um pouco de cuidados, mantendo as crianças um pouco isoladas, com medidas de higiene. Os adultos que vão retornar ao trabalho precisam ter muito cuidado ao voltar para casa: tomar banho, trocar de roupa, utilizar máscaras quando sair”.

Entretanto, caso a criança tenha febre, mas não esteja com dificuldade de respirar, está se alimentando, não há motivos para desespero. “Se a criança apresenta um quadro leve, os pais não devem correr até as unidades de saúde. “Essas unidades acabam ficando muito cheias e as pessoas acabam não sendo atendidas”.

“Nos casos leves é preciso ficar em casa, isolado e em repouso. É preciso hidratação e tomar analgésico como paracetamol e dipirona. Se houver febre mais alta, a dipirona. Evitar o ibuprofeno e corticóide. Se o paciente tiver falta de ar quando levanta. Ou fica sufocada, dificuldade para mamar, no caso de crianças, é sinal de gravidade. Aí tem que procurar o médico”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

e

Relacionadas

HOMICÍDIO

Idoso de 65 anos é encontrado morto a tiros em Pinhão

PELA SAÚDE

Unidades de saúde de Guarapuava recebem novos profissionais

UTILIDADE PÚBLICA

Obras impedem tráfego em ruas do Centro de Guarapuava

Comentários