22/08/2023
Segurança

Menina de 14 anos é estuprada no Centro de Guarapuava

Para a polícia, a jovem relatou que foi obrigada a entrar em um veículo, onde foi estuprada por um homem enquanto outros dois a seguravam

1501135522

Na noite desta terça feira (27), uma jovem de 14 anos relatou à Polícia Militar que foi estuprada dentro de um carro no Centro de Guarapuava. Ela voltava da escola quando foi abordada e obrigada a entrar em um veículo. Este é o sétimo caso de violência contra a mulher registrado pela PM na cidade em apenas três dias.

De acordo com a Polícia Militar, a jovem contou que saiu do colégio onde estuda e que seguia a pé até o Terminal da Fonte. Ao chegar na Praça 9 de Dezembro, um rapaz a abordou e, por meio de força física, a obrigou a entrar em um veículo com outros dois ocupantes.

A vítima não soube dizer o modelo do carro, nem passar outras características sobre o veículo. Apenas informou que o automóvel era preto.

Segundo o relato da  jovem, os dois homens que estavam no interior do carro a seguraram enquanto um terceiro a estuprou. Depois do ato, a colocaram para fora do veículo e fugiram.

Depois disso, a menina foi para casa, onde pediu a ajuda dos familiares. A PM realizou buscar nas proximidades mas ninguém foi localizado. A vítima, acompanhada de sua mãe, foi encaminhada para atendimento médico.

VIOLÊNCIA

A semana começou com diversos casos de violência contra a mulher em Guarapuava. Ainda nesta terça feira (27), uma mulher teve dois dedos da mão fraturados depois de ser agredida pelo marido. Ela disse a polícia que foi agredida com diversos socos e chutes após um desentendimento com o marido.

Ao todo foram registradas sete ocorrências dessa natureza, nos últimos três dias, aos policiais do 16° Batalhão de Polícia Militar.

Cristina Esteche

Jornalista

Relacionadas


Warning: Undefined array key 0 in /home/redesuld/public_html/wp/wp-includes/class-wp-query.php on line 3738

A missão da RSN é produzir informações e análises jornalísticas com credibilidade, transparência, qualidade e rapidez, seguindo princípios editoriais de independência, senso crítico, pluralismo e apartidarismo. Além disso, busca contribuir para fortalecer a democracia e conscientizar a cidadania.