Missão Pantanal: 31 bombeiros do PR vão ajudar combater incêndio

Os bombeiros começam nesta quarta (16) a Missão Pantanal, para controlar os focos de incêndio. Estado ainda ajuda com veículos e equipamentos

Missão Pantanal: 31 bombeiros do PR vão ajudar combater incêndio (Foto: SESP)

As forças de segurança do Paraná vão colaborar no combate às queimadas na Região do Pantanal, no Mato Grosso do Sul. Assim, 31 bombeiros militares chegam nesta terça (15) a Campo Grande. Na quarta (16), o grupo de desloca para Corumbá. A cidade é base fixa da comitiva paranaense no Estado vizinho.

Além disso, o Governo vai disponibilizar sete caminhões de combate a incêndios. Além disso, equipamentos como abafadores, enxadas e mochilas. Um drone também ajudará na localização dos focos de fogo. Conforme o governador Ratinho Junior, um novo grupo, com oito homens, seguirá com os veículos para o Pantanal também nesta quarta (16).

“O Paraná se solidariza com o Mato Grosso do Sul neste momento de queimadas. O Estado conta com uma estrutura que nos permite ajudar a salvar uma Região tão importante e tão bonita do Brasil como é o Pantanal. É um momento de solidariedade e união de forças em nome de um bem ambiental tão precioso para o mundo”.

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Samuel Prestes, a iniciativa do Paraná reforça a condição da corporação de ser um exemplo no País. “A ação mostra integração, solidariedade e também a importância que o Paraná tem no cenário nacional”. Conforme o comandante, o apoio ao Mato Grosso do Sul não vai causar nenhuma deficiência no atendimento prestado à população paranaense.

ATUAÇÃO

Inicialmente, explicou o tenente-coronel Ezequias de Paula Natal, comandante da missão Pantanal, os representantes do Corpo de Bombeiros do Paraná ficarão na Região por 15 dias. Mas, o prazo pode ser prorrogado de acordo com necessidade da atividade. “Tudo vai depender do desenvolvimento da operação”.

Por fim, o comandante lembrou que a ação vai além da preservação do meio ambiente. “É uma questão de saúde também. Diminuir os focos de incêndio significa menos quantidade de fumaça no ar, com reflexo imediato na respiração das pessoas”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

DENUNCIE

No Brasil, uma mulher é vítima de assassinato a cada nove horas

LUTO

Morre o jornalista Fernando Vannucci aos 69 anos em São Paulo

LUTA ANTI-RACISTA

No Dia da Consciência Negra e no ano todo a luta é por igualdade racial

Comentários