Motociclista bêbado sem CNH desacata a PM e é preso em Pinhão

O homem de 27 anos afirmou à PM que "era filho de vereador” e que “a equipe policial comeria pão seco se prendesse ele”

Motociclista bêbado sem CNH desacata a PM e é preso em Pinhão (Foto: Reprodução)

Um motociclista de 27 anos foi preso nesse domingo (11) por desacato à Polícia Militar e por dirigir em alta velocidade em um ‘racha’ entre duas motos em Pinhão. De acordo com a PM, ele estava bêbado e não possuía carteira de habilitação. Além disso, afirmou à PM que “era filho de vereador” e que “a equipe policial comeria pão seco se prendesse ele”.

Conforme a PM, por volta das 4h, uma equipe em patrulhamento flagrou um ‘racha’ entre motos no Centro. Em um cruzamento da rua João Ferreira da Silva e rua Francisco Dellê, os policias acompanharam a moto vermelha, até que o motociclista perdeu o controle da direção e caiu em via pública.

DESACATO

Logo depois, os policiais abordaram o motociclista, que estava com escoriações. Nesse momento, o homem  investiu contra a equipe policial com chutes e socos, dizendo que ele não era bandido e não iria ser abordado. Além disso, começou a gritar que “era pra equipe ir prender bandidos”.

Por conta disso, os policiais usaram de força moderada para contê-lo e algemá-lo.  Mesmo assim, ele se negou a se identificar para a equipe. De acordo com o relato policial, ele disse que “não sabiam com quem estavam lidando” e que “bastava um telefonema para seu padrasto, que a equipe policial militar iria se ferrar”.

Dessa maneira, os policiais consultaram a moto, a qual possui débitos pendentes desde o ano de 2014. E posteriormente, a PM deu voz de prisão ao homem e apreendeu a moto. Porém, mesmo preso, o homem se debateu no camburão, com gritos e chutes. Já na sede do 4º PPM, a PM conseguiu identificar o rapaz. De acordo com o relato policial, no pelotão, ele continuou a ameaçar a equipe policial dizendo que “ele era o dono da quebrada” e que “só precisaria de uma ligação para a mídia bombar”. Além disso, ele começou também a chutar as paredes e bancos do pelotão.

ENCAMINHAMENTOS

Diante dos visíveis sinais de embriaguez, os policiais convidaram o rapaz para fazer o teste do bafômetro. Assim, ele aceitou mas alegando à PM que não tinha medo do resultado. Porém, as suspeitas policiais se confirmaram, com resultado de 0,57 mg/l. A equipe policial também o convidou para ir até o hospital para tratar as escoriações. Mas, o homem recusou e negou o atendimento médico.

Por fim, os policiais militares o encaminharam para a delegacia de Polícia Civil de Pinhão para os procedimentos cabíveis e recolheram a moto ao pátio do 4º PPM.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MAIS UMA MORTE

Mulher de 58 anos é a 11ª vítima da covid-19 em Irati

20 NOTIFICAÇÕES

Operação AIFU fiscaliza comércios em Guarapuava, Pitanga e LS

MISTÉRIO

Morador levado por ladrões nesse sábado (24) em Rio Bonito é executado

Comentários