22/08/2023
Política

Movimento contra Lula toma as ruas de Guarapuava

Carros, cavalos, tratores e caminhões saíram em comboio do Parque Lacerda Werneck. Os participantes nominaram o evento como "Carreata da Vitória"

29693501_1752263231498962_904007678_o

O cancelamento da vinda do ex-presidente Lula à Guarapuava nesta quarta feira (28) foi comemorado com uma manifestação que envolveu mais de mil participantes. Algumas pessoas caminhando, carros, cavalos, caminhões e tratores cortaram o Centro da cidade, no que denominaram “Carreata da Vitória”, em alusão à desistência do petista em vir à cidade.

Policiais militares cercaram a praça Cleve (Foto: RSN)

Logo no início da manhã desta quarta, policiais militares se concentraram na Praça Cleve, onde estava marcada a recepção do ex-presidente. Em torno de 40 policias estavam ao redor do quarteirão com capacetes e coletes balísticos. Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) vieram da capital para atender eventuais problemas. Eles ficaram reunidos no Batalhão dos Bombeiros. A rua ficou interditada.

Carros, cavalos, caminhões e tratores seguiram sentido ao Centro (Foto: RSN)

No Parque Lacerda Werneck, contrários ao ex-presidente se reuniram desde às 7h. No local, dois caminhões de som tocavam o hino nacional. Mais de mil pessoas com bandeiras do Brasil nas costas seguiram pela avenida Manoel Ribas em direção ao Centro.

Segundo participantes a carreata passou dos seis quilômetros. (Foto: RSN)

A Polícia Militar esteve no local para manter a ordem e coordenar o trânsito. De acordo com um dos participantes, a fila chegou a mais de seis quilômetros. O presidente do Sindicato Rural, Rodolpho Luiz Werneck Botelho, acompanhou a movimentação em cima do caminhão que abre a carreata.

O Portal RSN acompanhou a movimentação ao vivo pelo Facebook. Confira abaixo.

Cristina Esteche

Jornalista

Relacionadas


Warning: Undefined array key 0 in /home/redesuld/public_html/wp/wp-includes/class-wp-query.php on line 3738

A missão da RSN é produzir informações e análises jornalísticas com credibilidade, transparência, qualidade e rapidez, seguindo princípios editoriais de independência, senso crítico, pluralismo e apartidarismo. Além disso, busca contribuir para fortalecer a democracia e conscientizar a cidadania.