Para prevenir alagamentos, ações são realizadas em Guarapuava

Desassoreamento de rios e limpeza de córregos integram as iniciativas municipais

(Foto: Secom)

Ações preventivas, com o intuito de evitar e minimizar os riscos de inundações em Guarapuava, são realizadas pela administração municipal. Dentre as principais execuções feitas com essa abordagem, está o desassoreamento e a limpeza de córregos e rios no terceiro planalto.

De acordo com a Secretaria de Comunicação (Secom), na zona rural, foram elevadas e revitalizadas dezenas de pontes. Já na cidade, uma das obras mais importantes foi a revitalização da avenida Aragão de Mattos Leão, no Jardim das Américas, com o desassoreamento do Rio Cascavelzinho, elevação do nível da rua em dois metros e instalação de bueiros celulares para a passagem da água. Um trabalho de engenharia que mudou a realidade do local. Na área, as inundações fazem parte do passado.

(Foto: Secom)

“Com esse trabalho contínuo em diversos pontos da cidades, especialmente nos locais mais críticos para possíveis alagamentos, conseguimos evitar prejuízo à população. Após aquele temporal, em 2014, que alagou vários pontos de Guarapuava, não registramos casos graves de alagamentos no município, mesmo com grandes precipitações de chuva, em função das grandes obras que realizamos e dessa manutenção constante”, lembrou o prefeito Cesar Silvestri Filho.

Ainda segundo a Secom, até o final do ano, estão previstas intervenções no Rio Xarquinho, Rio Cascavel, Arroio do Engenho, Arroio do Carneiro, Arroio Carro Quebrado, Arroio Central, Arroio Barro Preto e Arroio Salgado, que estão em diversos bairros, como Vila Bela, Vila Carli, Bairro dos Estados, Conradinho, Bonsucesso, Industrial, entre outros. De acordo com o vice-prefeito e secretário de Obras e de Turismo, Itacir Vezzaro, essas melhorias tornam-se mais eficientes com a colaboração de toda a comunidade.

“Este trabalho tem um efeito mais significativo quando a população contribui, evitando jogar lixo nos rios e córregos. Durante as limpezas, sempre há material que poderia ser reciclado e também móveis, por exemplo. Retiramos sofá, televisão, fogão e muitos pneus, que deveriam ter a destinação correta”, declarou.

Relacionadas

UTILIDADE PÚBLICA

Energisa divulga desligamento programado para Guarapuava

MAIS CONFIRMAÇÕES

Guarapuava registra cinco novos casos de covid-19 em 24h

BALANÇO SEMESTRAL

Polícia Ambiental registra aumento de prisões e resgates de animais

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com