Pedestre é atacado com barra de ferro por casal em Guarapuava

Em outra ocorrência, um adolescente de 14 anos que andava de skate no bairro Santana, foi agredido por um idoso de 69 anos com uma ripa

Pedestre é atacado com barra de ferro por casal em Guarapuava (Foto: Arquivo/RSN)

A Polícia atendeu nas últimas horas três ocorrências de lesão corporal em Guarapuava. No começo da madrugada, um homem foi agredido na rua Pedro Michaloski, no bairro Conradinho. Assim, ele afirmou aos policiais que foi abordado por um casal que o agrediu com uma barra de ferro. De acordo com o homem de 35 anos, ele tentou correr, mas sofreu dois cortes na cabeça.

Inicialmente, a PM tinha a informação que a vítima estaria com uma faca, mas o objeto não foi encontrado. Os policiais acionaram o Samu que fez o atendimento médico e encaminhou a vítima para a Upa Batel. O homem não soube informar o motivo das agressões, nem quem eram os agressores. Ninguém foi encontrado.

SANTANA

Na noite dessa quarta (19) um adolescente de 14 anos andava de skate na rua Damasco, no bairro Santana, quando foi agredido por um idoso de 69 anos com uma ripa. A mãe do adolescente informou ainda que o filho sofreu lesão superficial no rosto.

Diante do interesse na representação, os policiais foram até a casa do agressor que confirmou os fatos. O homem acompanhou a equipe até o termo circunstanciado, para os procedimentos necessários.

VILA BELA

Policiais da Rádio Patrulha atenderam a terceira ocorrência de lesão corporal na rua Felizberto R. de Souza, no bairro Vila Bela. No local, uma adolescente de 15 anos relatou aos policiais que levou um primo para a escola e quando retornava para casa, foi agredida fisicamente por duas mulheres.

Conforme relato feito à PM, a jovem não soube informar os nomes, somente o endereço das agressoras. Assim, na avenida Salvador Gomes, uma mulher de 47 anos admitiu que teria dado um tapa na boca da adolescente. Além disso, a mulher apontou uma adolescente de 15 anos como a segunda agressora, que confirmou ter dado um puxão de cabelo na vítima.

Todas foram encaminhadas até o 16º BPM para a confecção de termo circunstanciado. Antes porém, a PM informou que tentou contato com a mãe da adolescente agressora, mas que ela não foi encontrada. O conselho tutelar acompanhou os procedimentos. A mãe da vítima a acompanhou durante o termo circunstanciado.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TRABALHO POLICIAL

Dois rapazes são presos após tentar fugir da PM em Pinhão

VIOLÊNCIA

Mulher é encontrada morta em via pública em LS

LUTO

Homem é encontrado morto dentro de casa em Candói

Comentários