MP desencadeia operação e cumpre mandados em Prudentópolis

As investigações da operação apontam a ação de detentos pertencentes a organizações criminosas que continuam cometendo crimes

Operação teve início nesta quinta (25) (Foto: Ascom/Polícia Militar)

Policiais militares do 1º Batalhão de Ponta Grossa e o Ministério Público desencadearam na manhã desta terça (25) a Operação Bastilha, que cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão em Prudentópolis e outras cidades da Região. Desse modo, foram 40 mandados de prisão e outros 43 de busca e apreensão.

Conforme as informações do Ministério Público, a operação investiga recebimento e processamento de informações que relatam o envolvimento de detentos de estabelecimentos prisionais em Ponta Grossa, na continuidade da prática de diversos crimes. Entre os crimes cometidos pelos detentos estão tráfico de drogas, roubos, furtos, homicídios e comércio de armas de fogo e munições. Ainda conforme as investigações, muitos desses exerciam importantes funções dentro de organizações criminosas.

Desse modo, em conjunto com o Ministério Público e poder judiciário da comarca de Ponta Grossa, foram presas 38 pessoas, sendo 27 homens e 11 mulheres. Além disso, foram apreendidos celulares, balanças de precisão, anotações referentes ao comércio de drogas e quantidades de maconha e cocaína.

OPERAÇÃO EM GUARAPUAVA

Na semana passada, o Gaeco e as Polícias Militar e Civil desencadearam uma operação em Guarapuava que também investiga a ação de organizações criminosas na Região. Assim, 200 policiais estiveram envolvidos na ação que resultou na prisão de 12 pessoas. Na ocasião foram cumpridos 55 mandados de prisão.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

PREVENÇÃO

Mega operação vai combater a criminalidade em Guarapuava e Região

VACINA CHEGANDO

Regional de Saúde de Irati recebe 920 doses da vacina de Oxford

ALERTA

Enxurradas afetam mais de 27 mil pessoas em Prudentópolis

Comentários