PM registra três casos de ameaça e violência doméstica na Região

Os casos de violência foram registrados em Turvo, Irati e Laranjeiras do Sul e envolveu dois maridos e um ex-convivente das vítimas

PM registra três casos de ameaça e violência doméstica na Região (Foto: Reprodução/Pixabay)

A Polícia Militar registrou três casos de ameaça, lesão corporal e violência doméstica nas últimas horas na Região de Guarapuava. O primeiro foi em Turvo. De acordo com a PM, por volta das 20h30 uma mulher compareceu ao destacamento policial com seu irmão.

Aos policiais ela relatou que os dois foram até um bar buscar o marido que estava embriagado e agressivo. De acordo com o irmão da mulher, a irmã e o cunhado foram deixados em casa por ele. Porém após discussões, o cunhado começou a ameaçá-la de morte e o filho também.

O homem embriagado pegou uma faca na cozinha e correu atrás da mulher, que conseguiu se esconder do lado de fora da residência. A vítima ligou novamente para o irmão, pedindo ajuda. Ainda de acordo com a PM, o agressor começou a enviar mensagens no celular do cunhado, fazendo ameaças de morte com arma de fogo.

Diante do interesse em representação por parte das vitimas, a equipe deslocou até o endereço. O agressor foi levado com a faca para a 14ª SDP.

IRATI

Em Irati, a Polícia Militar atendeu mais um caso envolvendo ameaça e violência doméstica. Às 22h a equipe foi até a rua Otacilia Andrade Bielich, no bairro Virgínia, onde a moradora informou que o marido tinha ingerido bebida alcoólica e se desentendeu com ele.

Após o desentendimento, o marido agrediu a mulher com socos na cabeça e tapas pelo corpo. O agressor ainda disse que não a mataria, porque o filho do casal estava junto. A polícia constatou lesões nos braços da vítima. Ela e o agressor foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

LARANJEIRAS DO SUL

E em Laranjeiras do Sul, uma mulher de 25 anos informou por volta das 23h20 que seu ex-marido de 22 anos, está ameaçando atear fogo na casa dela. A mulher informou também que possui medida protetiva contra ele.

De acordo com relato feito aos policiais, a mulher estava na rua Marechal Cândido Rondon, no Centro e que o ex-marido a surpreendeu pelas costas. Conforme a mulher, o agressor deu um tapa no rosto dela e levou o celular, fugindo em seguida. O homem não foi encontrado.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

GRAVE ACIDENTE

Duas pessoas morreram e quatro ficaram gravemente feridas em acidente

INDIGNAÇÃO

Em Candói, manifestantes pedem prisão para agressores de animais

COLHEITA FARTA

Produtor de cevada comemora colheita, qualidade e preço

Comentários