Polícia Ambiental apreende objetos de caça e pesca predatória

A Polícia Ambiental informa que todas as denúncias sobre crimes ambientais devem ser feitas através do telefone 181

Apreensão foi no Alagado de Salto Segredo (Fotos: Ascom/PM)

O Batalhão de Polícia Ambiental de Guarapuava fez nesse domingo (2) uma operação para coibir a caça e pesca predatória no Alagado de Salto Segredo, nos municípios de Pinhão, Bituruna e Coronel Domingos Soares.

De acordo com assessoria de imprensa da polícia, na ação foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma carabina Rossi calibre 38, uma espingarda de pressão modificada para calibre 22 com luneta e ainda cinco apitos para caça abandonados.

Assim, os objetos teriam sido abandonados por duas pessoas, que ao notarem a aproximação da equipe fugiram em meio à mata. Além disso, durante patrulhamento, foram localizados e apreendidos 980 metros de rede (malhas diversas), 12 boias louca e 70 metros de espinhel.

Por fim, as armas e os apitos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Civil de Palmas e os demais materiais ao 1º Pelotão de Polícia Ambiental para posterior destruição. A Polícia Ambiental informa que todas as denúncias sobre crimes ambientais devem ser feitas através do telefone 181.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

GRAVE ACIDENTE

Duas pessoas morreram e quatro ficaram gravemente feridas em acidente

INDIGNAÇÃO

Em Candói, manifestantes pedem prisão para agressores de animais

COLHEITA FARTA

Produtor de cevada comemora colheita, qualidade e preço

Comentários