Polícia Civil prende três por furto de madeira

Furto acontecia com a ajuda de caseiro

Carga que estava sendo furtada (Foto: Divulgação)

Após cerca de dois meses de investigações a Operação Cupim desencadeada em Cantagalo, a polícia civil prendeu três pessoas, durante a semana, na quinta feira (12). Um dos presos era o caseiro da madeireira, G.R, que estava sendo lesada, o outro é o dono de uma fábrica de móveis de Candói, O.S.K, e um funcionário da fábrica, A.M.P. Eles foram presos por furto qualificado e associação criminosa.

De acordo com a polícia, as investigações começaram em fevereiro, após uma denúncia de que carros de cidades vizinhas chegavam às quintas feiras, durante a noite para furtar o estoque da indústria.

De acordo com o dono, cujo nome também não foi divulgado, o prejuízo é grande, mas a quantia não foi divulgada.

 

Relacionadas

REGIÃO

Lenita e Granoski são multados pelo Tribunal de Contas do Paraná

Comentários