PSB nacional proíbe coligação ou apoio a candidatos ‘bolsonaristas’

Entretanto, em Guarapuava, o PSB liderado pelo deputado estadual Artagão Junior apoiaria o 'bolsonarista' Rodrigo Crema

FALTOU POUCO

O PSB em Guarapuava por pouco não foi contra decisão tomada pelo diretório nacional. De acordo com a Comissão Executiva Nacional, entre as definições anunciadas na última sexta (11), o partido está “terminantemente proibido” de apoiar ou coligar com candidatos vinculados ao governo Bolsonaro. Entretanto, em Guarapuava, o PSB liderado pelo deputado Artagão de Mattos Leão Junior, trabalhava para apoiar a candidatura do ‘bolsonarista’ Rodrigo Crema.

Todavia, o parlamentar disse que possuía a autorização do Diretório Estadual para coligar com o partido que elegeu o Presidente Bolsonaro. Entretanto, a ‘Rede em Política’ tentou contato com o presidente estadual, Severino Araújo, porém sem êxito. Crema declinou da pré-candidatura e a opção do grupo Mattos Leão foi abrir mão de lançar chapa majoritária. Porém, o PSL está alinhado com o PSB e o PTB na base política do deputado.

QUE ALÍVIO!

Ao decidir não lançar chapa majoritária, o Grupo Mattos Leão ameniza a fervura política em Guarapuava. Isso porque o nome do vereador Rodrigo Crema provocou um certo temor em outras candidaturas. Ele chegou a ser cogitado como pré-candidato a prefeito, mas recuou.

‘PODEMOS’ APROVA O ‘CIDADANIA’

(Foto: Divulgação)

Já o ‘Podemos’ do prefeito Cesar Silvestri Filho encerrou a convenção perto do horário do almoço nesta quarta (16). Como já era certo, o partido aprovou a coligação com o ‘Cidadania’ de Celso Goes. Aprovada, a chapa de vereadores, inclui o veterano Elcio Melhem.

(Foto: Divulgação)

Por fim, as atenções na tarde desta quarta (26) em Guarapuava estão voltadas para a convenção do PSD. O encontro está ocorrendo no Grand Hotel, sob o comando do ex-prefeito Fernando Ribas Carli.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

LIDERANÇA

Virada em Ponta Grossa confirma a força de Ratinho Junior

Ainda sobre o egoísmo!

Setor de eventos divulga 'nota de esclarecimento'

Comentários