Receita Federal faz nova apreensão de cocaína no Porto de Paranaguá

Esta é a terceira apreensão de cocaína feita pela Receita Federal em apenas sete dias. Em 2020 já foram apreendidos 2.715,5 quilos da droga no Porto

Esta é a terceira apreensão de drogas no Porto em sete dias (Foto: Ascom/Receita Federal)

A Receita Federal voltou a encontrar  de cocaína escondidas em cargas internacionais no Porto de Paranaguá. De acordo com a assessoria de imprensa da Receita, desta vez foram apreendidos 88,5 quilos da droga.

Esta é a terceira apreensão da droga no Porto em apenas uma semana. Assim, a droga foi localizada durante uma operação de vistoria em todas as cargas que embarcariam com destino à Europa e África. Ainda conforme a assessoria, a droga estava escondida em uma caçamba que seria exportada para o Porto de Abidjan, na Costa do Marfim.

De acordo com a assessoria de imprensa da Receita, esta é a nona apreensão de cocaína no Porto de Paranaguá, em 2020. O total das apreensões até o momento já soma 2.715,5 quilos da droga.

A droga tinha como destino a Costa do Marfim (Foto: Ascom/Receita Federal)

SEMANA PASSADA

Na terça (24) a Receita apreendeu 240 quilos da droga escondidas em meio a uma carga de papel. Os volumes da droga estavam condicionadas a vácuo junto com mostarda para despistar a ação dos cães farejadores. A carga teria como destino o porto de Algeciras, na Espanha.

Três dias depois, na quinta (27), as autoridades registraram nova apreensão. Desta vez, a droga estava oculta em meio a uma carga de madeira. Os volumes somaram 325 quilos.

PORTO DE ITAPOÁ

A Receita Federal apreendeu ainda nessa terça (31), 645,5 quilos de cocaína no Porto de Itapoá, em Santa Catarina.  De acordo com o relato das autoridades a carga de droga estava escondida em meio a uma carga de compensados de madeira. A droga teria como destino o Porto de Hamburgo, na Alemanha.

Assim, este é o quarto registro de apreensão da droga no porto neste ano. Já foram encontrados 3.246 quilos da droga ocultas em cargas internacionais somente em 2020.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ÍNDICES

Paraná é o 2º do Brasil com menor índice de casos e mortes por covid-19

COMPRE DO PEQUENO

Sebrae-PR lança campanha para ajudar pequenos negócios

ALERTA

Casos de doença rara podem estar associados à covid-19

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com