Saúde confirma 35 novos casos de sarampo no Paraná

Guarapuava permanece com apenas um caso, mas a Secretaria atenta para a importância da vacinação, principalmente para as pessoas entre 20 e 49 anos

Guarapuava permanece com apenas um caso, mas a Secretaria para a importância da vacinação (Foto: Reprodução/Pixabay)

Foram confirmados 35 novos casos de sarampo no Paraná, os exames que permaneceram em investigação após três semana do coletamento tiveram os resultados divulgados hoje (14), em um boletim da Secretaria de Estado da Saúde. Apesar de Guarapuava continuar com apenas um caso, a prefeitura atenta para a importância da vacina, único meio de prevenir a doença.

O informe tem 3.405 casos notificados no Estado. Destes, 1.116 estão confirmados, 608 foram descartados e 1.681 estão em investigação. Este acompanhamento começou em agosto de 2019.

Conforme o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, a equipe continuará reforçando a necessidade de vacinação. “Seguimos com ações de bloqueio e de prevenção do sarampo, principalmente na Região Metropolitana de Curitiba, que concentra maior número de ocorrências. O surto da doença ainda existe no Paraná. São necessários 90 dias sem registro de casos para sairmos deste patamar”.

Mesmo com o alerta em relação a Covid-19, a população paranaense não pode esquecer de se cuidar em relação a outras doenças, principalmente as que podem ser evitadas com vacina, como é o caso do sarampo.

De acordo com a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da secretaria, Maria Goretti David Lopes, o intuito é manter o bem-estar. “Menos pessoas doentes, menos pessoas nas unidades de saúde e mais pessoas apresentando boas condições de saúde. Este é nosso objetivo”.

CAMPANHA

A campanha nacional de vacinação contra o sarampo começou em fevereiro e na etapa atual é dirigida à faixa etária de 20 a 49 anos.

Segundo a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual, Acácia Nasr, a equipe está fazendo o possível para vacinar o maior número de pessoas possível. “Estamos promovendo, com apoio das secretarias municipais, a vacinação em empresas e instituições que reúnem maior número de trabalhadores na faixa etária estabelecida pela campanha. Assim, evitando que a pessoa se desloque até um posto de saúde e garantindo a imunização”.

Nesta semana, por exemplo, profissionais da Sesa, estiveram em Guarapuava para participar de ação de vacinação no Centro da cidade. Cerca de 300 pessoas foram imunizadas. A ação contou com apoio do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná

SARAMPO

A doença é grave e altamente contagiosa. Uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 pessoas que não estejam imunes. A disseminação do vírus ocorre por via aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NOVO BOLETIM

Guarapuava registra seis novos casos de covid-19 em 24h

NOVO PERÍODO

Paraná registra 1ª morte por dengue durante os últimos quinze dias

UTILIDADE PÚBLICA

Obras vão interditar a BR-277 no acesso para Guarapuava nesta quarta (23)

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com