Saúde de Guarapuava confirma 240 casos de covid-19 em julho

Além das 240 confirmações em julho, houve ainda duas outras mortes pela doença em Guarapuava. No Estado, infecção em crianças aumentou

Casos em crianças em julho também tiveram aumento significativo em todo o Estado (Foto: Getty Images/iStockphoto)

A Secretaria Municipal de Saúde de Guarapuava, confirmou durante os 31 dias do mês de julho, 240 casos de covid-19. No último dia do mês, 334 pacientes já tinham se recuperado da doença. O que representa um índice de 79% pessoas curadas da infecção.

Além disso, o sétimo mês de 2020 e pouco mais de quatro meses desde as primeiras confirmações na cidade, 1078 pessoas tiveram os testes descartados. Atualmente, o município convive com 422 casos confirmados e quatro mortes. Porém, a tendência da curva da doença na cidade é de queda.

O professor, Felipe Araújo, que desenvolveu um estudo independente que calcula a média móvel dos casos em Guarapuava, concluiu que apesar do aumento diário de pacientes com testes positivados na cidade, a média móvel teve redução de 51,09% durante o mês, fechando julho com índice de média móvel de 6,29%.

Contrariando dados regionais e nacionais, o quadro geral de casos ativos em Guarapuava foi de 29,41%. Assim, o dia 1° de julho, eram 102 casos ativos na cidade, no dia 31, o total era de 72.

Desse modo, o pico de novas confirmações foi no início de julho. No dia 2 de julho houve 39 confirmações de casos ativos. Neste dia, 169 pessoas tinham a possibilidade de transmitir a doença na cidade.

CASOS EM CRIANÇAS

O número de casos confirmados em crianças, também teve aumento significativo durante o mês de julho no Estado. Dentre os casos confirmados, 1.640 foram apenas no mês de julho, mais de 56% do total, considerando os dados recebidos até sexta (31). Para o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, o aumento no número de casos está relacionado também à testagem em massa.

“O Governo do Estado tem ampliado a capacidade de testes do Paraná continuamente, isso faz com que os números cresçam, mas também permite que o atendimento a estes infectados seja feito de forma mais rápida e resolutiva”.

Ainda de acordo com o secretário, este crescimento de confirmações entre crianças também pode estar ligado à quebra do isolamento por parte de familiares, visto que as aulas escolares presenciais estão suspensas. “O índice de isolamento domiciliar no Estado está abaixo do necessário, então pode ser que nesta quebra de isolamento e com mais pessoas circulando os familiares possam estar levando este vírus para dentro de casa e infectando as crianças”.

DADOS EM CRIANÇAS

Assim, desde março quando houve a confirmação do primeiro caso de coronavírus no Paraná, o Estado registrou, até julho, 2.908 casos e duas mortes em crianças menores de 12 anos.

CASOS E MORTES POR MÊS

Março – 5 casos (4 meninos e 1 menina) – 0,17%.
Abril – 42 casos (24 meninos e 18 meninas) – 1,44%.
Maio – 189 casos (102 meninos e 87 meninas) – uma morte (menino) – 6,50%.
Junho – 1.032 (603 meninos e 429 meninas) – 35,49%.
Julho – 1.640 (848 meninos e 792 meninas) – 1 morte (menina) – 56,40%.

Por fim, o Portal RSN solicitou a Secretaria de Saúde de Guarapuava os dados específicos do município sobre a incidência de casos em crianças. Porém, até a publicação dessa reportagem não recebeu as informações sobre os casos.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MEIO AMBIENTE

Audiência pública apresenta sugestões sobre resíduos sólidos dia 30/09

UTILIDADE PÚBLICA

Energisa divulga desligamento programado para Guarapuava

NOVA FILIAL

Zero Resíduos expande operações para cidade de Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com