Senador Flavio Arns critica cortes do Sistema S

Segundo Arns, o Senai estima que 136 centros de educação profissional e de serviços tecnológicos e de inovação podem ser fechados

Flavio Arns, senador do Paraná (Foto: Rádio Mais)

A decisão do governo federal de reduzir pela metade, até 30 de junho, as contribuições recolhidas pelas empresas para financiar instituições do Sistema S, foi alvo de críticas no Congresso Nacional.

Isso porque, parlamentares entendem que o corte previsto na Medida Provisória 932/2020 amplia os impactos da pandemia de Covid-19 na economia do país, ao contrário do que defende o Planalto.

De acordo com a Agência Rádio Mais, o senador Flávio Arns compartilha dessa opinião. Para ele, o Sistema S é sinônimo de eficiência e de referência em bons serviços no Estado. “Somente o fato de uma pessoa ter um certificado do Sistema S já abre portas no mundo do trabalho”.

IMPACTO NEGATIVO

Responsável por administrar Sesi e Senai, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) alega que o corte de 50%, vai afetar “de forma drástica” a assistência prestada à população. Isso afeta em especial a educação básica de jovens de baixa renda, no atendimento à saúde do trabalhador e na formação profissional.

Com orçamento menor, o fechamento de escolas, vagas de qualificação e até demissões de trabalhadores podem se tornar realidade. O Senai estima que 136 centros de educação profissional e de serviços tecnológicos e de inovação podem ser fechados. Além disso, 830 mil vagas de qualificação profissional podem deixar de ser ofertadas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COMO ASSIM?

Bolsonaro diz que a Amazônia é 'úmida' e 'só pega fogo pelas bordas'

NO TRÂNSITO

Hoje inicia a Semana Nacional do Trânsito em todo o país

NÚMEROS ASSUSTADORES

Insegurança alimentar cresce e atinge mais três milhões de pessoas

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com