Serginho fará transplante de medula óssea na semana que vem

Corpo do guarapuavano não aceita mais quimioterapias, então, cirurgia é urgente. Irmã será a doadora

Serginho está internado desde outubro, em Curitiba (Foto: Reprodução/Facebook)

Um novo capítulo se inicia na batalha de Sérgio Oiler Horst Júnior, de 11 anos, o Serginho. Foi marcada para sexta feira da semana que vem, dia 18 de janeiro, a cirurgia de transplante de medula óssea para o guarapuavano, que está internado no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, tratando um tipo raro de leucemia.

“O caso do Serginho é urgente. O corpo dele não aceita mais nenhum tipo de quimioterapia, então, nós precisamos desse transplante”, explicou a mãe do guarapuavano, Daiane de Paula Camargo.

Serginho e Daiane (Foto: Reprodução/Facebook)

O caso de Serginho comove a comunidade de Guarapuava desde outubro do ano passado, quando ele recebeu o segundo diagnóstico de leucemia. O primeiro diagnóstico, da mesma doença, ocorreu em 2017, porém, no primeiro tratamento, o câncer recuou por um tempo.

“No primeiro tratamento, ele tinha a doença somente na medula óssea, mas na segunda vez, a doença voltou rápida e agressiva no liquor do sistema nervoso central”.

De acordo com a mãe de Serginho, existia a possibilidade do guarapuavano receber o transplante de uma criança do exterior, que possuía 100% de compatibilidade com o guarapuavano. O caso de Serginho, porém, exige urgência, então, a família optou que a doadora fosse a irmã de Serginho, Gabriela, de 13 anos.

Ela é 50% compatível. Vamos fazer o transplante e torcer pelo melhor.

Gabriela, à direita (Foto: Reprodução/Facebook)

Se tudo correr bem, como todos esperam, a família deve retornar a Guarapuava em maio deste ano. Neste meio tempo, entretanto, Serginho e Daiane precisam de doações para se manterem na capital paranaense.

“Após a transplante, minha filha também precisará ficar aqui por um tempo, em recuperação. Toda ajuda será bem-vinda”, disse Daiane.

Para facilitar as doações, Daiane abriu uma nova ‘vakinha online’. Pelo Facebook, ela diz que as doações podem ser de qualquer valor, até mesmo R$ 1,00. “Todo valor nos ajuda”.

Para acessar a vakinha e realizar uma doação, clique aqui. Também é possível ajudar a família através de transferências e depósitos bancários.

CONTAS

Caixa Econômica Federal
Agência: 2975
OP: 013
Conta poupança: 00023208-3
Sérgio Oiler Horst Júnior

Banco Bradesco
Agência: 0929-6
Conta poupança: 1005474-5
Sérgio Oiler Horst Júnior

CPF: 092.871.989-85

Relacionadas

RECEITA FEDERAL

Receita Federal exclui devedores do Simples Nacional

REGIÃO

Alunos organizam projeto de lei para garantir gratuidade do transporte em Pinhão

ALERTA

Operação Verão: Litoral do Paraná já registrou 905 casos de queimadura por águas-vivas

Comentários