Sindicato Rural tem 100 novos sócios

Guarapuava – Segue a todo o vapor a Campanha Sócio Nº 1.000, lançada pelo Sindicato Rural de Guarapuava há três meses. Neste período, 100 produtores rurais associaram-se à entidade, somando forças à representatividade política da classe.
Segundo o presidente do Sindicato Rural de Guarapuava, com a campanha e a atualização do cadastro de sócios, agora são 670 sócios ativos. “Estamos muito satisfeitos com o resultado da campanha, que vem sendo coordenada pelo Murilo Ribas. Temos certeza que atingiremos o nº 1.000 este ano”, comenta.
Para se associar ao Sindicato Rural, o produtor deve pertencer ao Sistema Patronal, ou seja, é preciso ter empregados ou exercer a atividade em uma área acima de dois módulos rurais (a legislação agrária define o módulo rural de cada cultura, para cada município do Paraná). Arrendatários, parceiros, usufrutuários ou comodatários também podem se associar, desde que a área esteja enquadrada. A anuidade custa apenas R$ 50,00.
Sobre a importância em ser associado da entidade, o presidente ressalta que o Sindicato tem o poder de representatividade política de classe. “Por isso, sua atuação vai muito além dos serviços prestados na sede e Extensões de Base Candói/Foz do Jordão e Cantagalo. Temos representantes em comissões de bovinocultura de corte e leite, suinocultura, ovinocaprinocultura, cereais, fibras e oleaginosas da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) e em outras comissões do setor existentes no Brasil”, observa.
Ainda de acordo com o presidente, é importante ressaltar que o fato dos proprietários rurais recolherem a Contribuição Sindical Rural, emitido pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA), não faz com que ele seja, automaticamente, associado ao Sindicato Rural. “Muitos produtores acreditam que já são associados porque pagam a Contribuição Sindical, enquanto que isso não ocorre. A associação ao Sindicato Rural não é obrigatória, depende da adesão do produtor rural, enquanto a Contribuição Sindical é prevista por lei federal”, explica.
Com o apoio da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), o Sindicato Rural de Guarapuava vem participando de todos os eventos e discussões do setor, sendo o reflexo do potencial tecnológico, produtivo e econômico da região.

Da assessoria

Relacionadas

NUTRIÇÃO HUMANA

ONU estabelece 2021 como ano internacional das frutas e vegetais

COLHEITA FARTA

Produtor de cevada comemora colheita, qualidade e preço

CHAMADA PÚBLICA

Aberta chamada pública para agricultura familiar no Paraná

Comentários