“Tenho orgulho de dizer que conheci um santo em vida”, diz padre Jean

Wycaro foi morto a facadas nessa sexta (29) em Guarapuava

(Foto: Reprodução/Facebook)

O assassinato de Wycaro Elias Domingues de Deus, de 26 anos na madrugada dessa sexta (29) na rua dos Médicos, no Residencial 2000 em Guarapuava, causou comoção nas redes sociais. Amigos, parentes e pessoas próximas lamentam a morte prematura do rapaz, que morava no bairro Xarquinho e participava do grupo de jovens da Igreja São José Operário.

Nas redes sociais, uma amiga de Wycaro diz que ele era “Menino de Maria!!! Será difícil em minha caminhada conhecer outra pessoa como você. Um ser dedicado plenamente a salvar o próximo”.

(Foto: Reprodução/Facebook)

O texto segue fazendo referências ao jeito simples do jovem que lembrava Francisco de Assis, do olhar doce de Maria, e que tinha como missão, a entrega total ao próximo como muitos santos.

A cada convite seu para um projeto de ajudar os jovens, um sorriso revelando a alegria de ainda poder ter esperança. Na última semana, expôs para mim seus últimos projetos: psicólogos no espaço educativo, para ajudar os meninos e meninas a se encontrarem e evitar as violências do mundo e os vícios. O outro projeto era a criação de uma lei que agilizasse o internamento dos dependentes químicos para recuperá-los.

Em outro perfil, o relato lembra do parceiro da Fundação Proteger – uma instituição dedicada ao cuidado da criança e do adolescente em situação de risco.

Em nome da Fundação Proteger e como a profissional que trabalha com as parcerias desta instituição só temos agradecer pela sua contribuição. Ainda hoje tentei contato contigo para lhe comunicar sobre uma decisão judicial positiva para uma atividade com os adolescentes em um acampamento da igreja, em que você se propôs a contemplá-los.

(Foto: Reprodução/Facebook)

Em seu perfil no Facebook, o pároco da Catedral Nossa Senhora de Belém, padre Jean Patrik Soares fez uma última homenagem ao jovem. No post, disse que a morte de Wycaro tinha o deixado “triste e desnorteado”. E acrescentou:

Confesso que não havia conhecido outro igual a ele, não tem como descrever seu amor aos jovens e sua luta para tirá-los das drogas. Tenho orgulho de dizer que conheci um santo em vida. Ele não era um jovem comum. Queria eu ter um pouco da coragem e força de vontade do Wycaro.

O comentário do padre Jean Patrik confirma a dedicação do jovem, e expõe a tristeza em não ter correspondido como deveria.

Ele bem que tentou por inúmeras vezes me levar para mais perto dessa juventude em suas missões noturnas, e eu, por fraqueza na fé, por tantas vezes dei desculpas e me esquivei. 

Moradores do Residencial 2000 acreditam que o crime seja uma retaliação de traficantes que agem no bairro, já que Wycaro se dedicava a tirar jovens e adolescentes do mundo das drogas.

O corpo de Wycaro foi encontrado na rua dos Médicos, e tinha perfurações de arma branca. A polícia investiga os autores do homicídio.

De acordo com Reinaldo Fonseca, líder comunitário, o velório de Wycaro está ocorrendo na Comunidade São José Operário. Às 15h haverá missa de corpo presente na comunidade e o sepultamento está marcado para às 17h no Cemitério Jardim da Paz, no bairro Industrial.

Relacionadas

DROGA

PRF apreende 331kg de maconha em carro com placas de Guarapuava

PANDEMIA

Leitos destinados a pacientes com covid-19 estão parcialmente ocupados

REQUERIMENTO

Súmula de autorização florestal ao Instituto Água e Terra

Comentários