Traficante é preso após capotar caminhonete com 800 quilos de maconha

A apreensão ocorreu na manhã desta terça (22), na BR-277 em Nova Laranjeiras, depois que o motorista fugiu da ordem de parada e capotou

(Foto: Ascom/Polícia Rodoviária Federal)

*Reportagem com vídeo

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 801,7 quilos de maconha na manhã desta terça (22), em Nova Laranjeiras. Conforme a polícia rodoviária, por volta das 9h, agentes deram ordem de parada ao motorista de uma caminhonete L200 Triton, na BR-277. Entretanto, o motorista não obedeceu a ordem e fugiu.

De acordo com os policiais rodoviários, durante a fuga ele fez diversas manobras bruscas e ultrapassagens em local proibido. Para evitar acidentes, os motoristas que transitavam no sentido oposto tiveram que sair para o acostamento.

Contudo, o motorista da caminhonete perdeu o controle da direção em uma curva, saiu de pista e colidiu contra um barranco. Ele ainda tentou fugir, mas acabou detido pelos policiais. Em vistoria na caminhonete, os policiais encontraram diversos tabletes na caçamba e no interior do veículo.

(Foto: Ascom/Polícia Rodoviária Federal)

Alguns tabletes da droga se espalharam pela rodovia, com o impacto do acidente. Ainda, em vistoria pela caminhonete, a PRF verificou que o veículo roubado em outubro em Porto Alegre (RS), contava com um rádio transmissor instalado.

O traficante que não teve a idade informada, afirmou que retirou a caminhonete em um posto de combustíveis em Foz do Iguaçu e que um carro indicaria o destino. Mas os policiais não encontraram o carro.

Por fim, a droga, a caminhonete e o traficante foram encaminhados para a Polícia Civil em Laranjeiras do Sul, para o registro dos crimes de tráfico de drogas, desobediência, telecomunicação clandestina e direção perigosa.

Assista o vídeo abaixo.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

OPORTUNIDADE

Guarapuava abre teste seletivo para programa de residência médica

MORTE

Idoso é encontrado morto em frente de casa em Prudentópolis

CONQUISTA

Bituruna, capital paranaense do vinho, busca a Indicação Geográfica (IG)

Comentários