Volume de serviços no país cresce 1% de outubro para novembro de 2017

A alta veio depois de duas quedas do setor: de 0,8% em outubro e de 0,1% em setembro

O volume do setor de serviços cresceu 1% no país de outubro para novembro de 2017, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada hoje (12), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta veio depois de duas quedas do setor: de 0,8% em outubro e de 0,1% em setembro.

Nos outros tipos de comparação temporal, os serviços tiveram quedas de 0,7% na comparação com novembro de 2016, de 3,2% no acumulado do ano e de 3,4% no acumulado de 12 meses.

Cinco dos seis segmentos de serviços pesquisados pelo IBGE tiveram aumento de outubro para novembro. Três deles acusaram alta de 0,9%: serviços prestados às famílias, serviços de informação/comunicação e as atividades turísticas.

TRANSPORTES E CORREIOS EM ALTA

Os serviços de transportes e correios tiveram alta de 0,6% e os serviços profissionais, administrativos e complementares, de 0,2%. Já os outros serviços mantiveram, em novembro, o mesmo volume de outubro.

A receita nominal do setor de serviços teve alta nos quatro tipos de comparação temporal: 1,2% de outubro para novembro, 4,3% na comparação com novembro de 2016, 2,3% no acumulado do ano e 1,9% no acumulado de 12 meses.

Relacionadas

SEM INDICAÇÃO

Novo estatuto da Caixa prevê afastamento de executivos pelo conselho diretor

EM ALTA

Confiança do empresário da indústria na economia atinge maior índice desde 2011

ALTERAÇÕES

Anatel decide antecipar debate sobre reversibilidade de bens

Comentários