Afinal, a vida não começa aos 40?

Cantar, viajar, dançar, são alguns dos verbos conjugados pela UNATI

Coral da Unati (Foto: Divulgação)

Em tempo de atividades que visam melhorar a qualidade de vida da chamada terceira idade, ou melhor idade, como pregam os politicamente corretos, a ordem é cantar, dançar, viajar, namorar e até casar, já que para o amor não existe idade.

E a dica para tudo isso e muito mais é participar de grupos especializados nessa faixa etária. Um deles é o Programa de Extensão Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati). Entre as aulas ofertadas estão turmas de canto, tai-chi, informática, dança do ventre, taekwondo, inglês, espanhol e atividades físicas funcionais. O programa é aberto a todas as pessoas com mais de 55 anos.

Para garantir a vaga é muito fácil. Basta apresentar os documentos pessoais na Secretaria da Unati, que fica no Campus Santa Cruz da Unicentro. A inscrição tem o valor de R$ 50 e, depois, há uma mensalidade no valor de  R$ 35. Esses valores, segundo a professora Maria Regina Vargas, coordenadora da Unati, são utilizados para a remuneração de alguns professores, que não são ligados à Universidade e atuam apenas nas ações com os idosos, como é o caso das aulas de coral.

A inscrição dá direito à participação em todas as atividades. “Ele se inscreve para o programa e, desse leque de atividades que nós oferecemos, ele pode escolher quantas ele tiver disponibilidade e interesse em fazer. A nossa orientação é que ele sempre faça uma atividade física e uma atividade teórica, pensando que nós temos que trabalhar o corpo e a mente”, ressalta Maria Regina.

As matrículas podem ser feitas a qualquer momento do longo de todo o ano e as aulas são realizadas de segunda à sexta-feira, das 13h às 17h, sempre no campus Santa Cruz. Porém, as atividades já têm data para começar: 05 de março, com a aula inaugural, que tem com o tema “Mais segurança para pessoas idosas”.

Comentários