Campos Gerais têm natureza, tropeirismo e cultura europeia

Região abriga ícones do do turismo do Paraná, como Vila Velha, Furnas e Guartelá

De acordo com o diretor técnico da Paraná Turismo, Rafael Andreguetto, a cultura tropeira é a mais forte. “Porém, podemos encontrar também características caboclas, faxinalenses, eslavas e germânicas”,.
Conforme a Paraná Turismo, fazem parte da região turística os municípios de Telêmaco Borba, Ventania, Pirai do Sul, Jaguarialva, Sengés, Tibagi, Castro, Carambeí, Ponta Grossa e Palmeira.
Assim, ao longo do tempo a região acolheu várias levas de europeus, com costumes e histórias que podem ser revividos no Roteiro dos Imigrantes. Há muitas construções históricas erguidas pelos primeiros que chegaram à região.

AVENTURA

Ponta Grossa – Buraco do Padre. (Foto: José Fernando Ogura/ANPr)

Para quem gosta da prática do ecoturismo, as formações rochosas (espeleotemas) são uma boa opção. Estão localizadas em Ponta Grossa a caverna Olhos D’Água, que propicia uma aventura subterrânea. Assim, a aventura é descer os rios em botes infláveis, enfrentar corredeiras e descobrir um novo cenário natural a cada curva. Nos Campos Gerais, é possível fazer o rafting no Rio Iapó, tanto em Castro quanto em Tibagi.

HISTÓRIA E CULTURA

O Parque Estadual do Guartelá, em Tibagi, nos Campos Gerais, tem como principal atrativo o Canyon do Rio Iapó, o sexto maior em extensão do planeta. (Foto: Prefeitura de Tibagi)

Em Ponta Grossa, além do tradicional passeio no Parque Estadual de Vila Velha, o visitante se encanta com os artesanatos locais. Em Castro, o turista é remetido ao passado, com os sítios e edificações históricos. Entre eles, a Casa da Cultura Emília Erichsen, a Casa da Praça, a Fazenda Capão Alto.

Porém, em  Jaguariaíva, o visitante pode conhecer o Palacete Conde Francisco Matarazzo, construído em 1920. A cultura viva também pode ser vista na Casa da Cultura e na Estação Ferroviária de em Arapoti,. E ainda na Casa da Memória em Carambeí. Em Palmeira são atrações turísticas o Espaço Cultural Sítio Minguinho, o Museu Histórico de Witmarsum e o Museu Histórico e Geográfico de Palmeira Dr. Astrogildo de Freitas.

RELIGIOSO 

O Parque Estadual do Guartelá, em Tibagi, nos Campos Gerais, tem como principal atrativo o Canyon do Rio Iapó, o sexto maior em extensão do planeta. (Foto: Prefeitura de Tibagi)

Paz espiritual, harmonia, autoconhecimento, equilíbrio e purificação da mente são a busca daqueles que praticam o Turismo Religioso. Assim, na região dos Campos Gerais existe uma diversidade de santuários e igrejas.

Já emPalmeira, encontra-se o Santuário do Senhor Bom Jesus do Monte, onde, além das práticas religiosas, são oferecidos espaços para lazer.

Porém, também são destaques em Ponta Grossa a Capela Santa Bárbara e a Paróquia Sant’Ana Catedral. Além disso, o Mosteiro dos Monges, também em Ponta Grossa, oferece hospedagem. Entretanto, desde que previamente agendada, e uma loja se compra produtos feitos pelos próprios monges.

Assim, outro destaque é o Santuário de Nossa Senhora das Brotas, em Piraí do Sul, um ponto bastante visitado por se tratar da padroeira da Rota dos Tropeiros.

GASTRONOMIA

Tortas holandesas de Castrolanda (Foto/Reprodução/Luana Prazeires Collection

De acordo com a Secretaria de Comunicação e Cultura do Paraná, dos tropeiros, surgiram as tradições gastronômicas da região. O Castropeiro reúne num só prato o feijão-tropeiro, o arroz carreteiro, o quibebe e outras iguarias. É uma homenagem a Castro e aos tropeiros.

Já em  Tibagi, o prato típico é a Paçoca de Carne desfiada e temperada, socada no pilão com farinha. Servia como refeição aos tropeiros em suas jornadas pelo Caminho do Viamão.

Porém, o  tradicional biscoito de polvilho, levemente salgado e crocante, é encontrado nos estabelecimentos comerciais de Tibagi. Assim, vale a pena também visitar Castrolanda, em Castro, e Witmarsum, em Palmeira, onde é possível se deliciar com café colonial e comprar produtos gastronômicos artesanais.

Todavia, na Colônia Santa Bárbara, também em Palmeira, são produzidos vinhos e queijos artesanais; em Carambeí, a gastronomia é marcada pela influência europeia, com destaque para as típicas e deliciosas tortas e bolachas confeitadas e pelo exótico sabor da comida indonésia.

LAZER

Ponta Grossa – Buraco do Padre. Foto: José Fernando Ogura?ANPr

Nos Campos Gerais, as estruturas disponíveis para o lazer dos visitantes e da população se multiplicam, principalmente nas margens dos rios e em áreas rurais. Portanto, em Ponta Grossa, são muitos recantos para os que procuram lazer, sol e entretenimento.

Assim, o Recanto Botuquara, o rio São Jorge e o Buraco do Padre são bons exemplos. Oferecem oportunidades de banhos em piscinas naturais, trilhas, camping, entre outras atrações.

VIAJE PARANÁ

Desenvolvido pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura e pela É-Paraná, o Portal Viaje Paraná foi criado para concentrar todas as informações turísticas das cidades paranaenses que fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro.

Assim, o site tem dicas e roteiros de viagem para 123 municípios. A intenção é disponibilizar  informações sobre os 283 destinos com potencial turístico no Estado.

De acordo com a Secretaria de Comunicação, a plataforma é atualizada diariamente com dicas de passeios, hospedagem e gastronomia das cidades. Além de trazer fotos e vídeos dos locais que podem ser visitados.

Portanto, há opções para todos os gostos e bolsos, do turismo religioso a destinos para famílias e casais, além de alternativas de aventura, natureza e praia. Possui ainda páginas exclusivas sobre o Litoral e o Estado, com informações gerais sobre lugares mais visitados e dicas.

CALENDÁRIO

Desenvolvido pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura, É-Paraná e Celepar, o portal oferece também um calendário com as principais festas e atrações das cidades paranaenses nos destinos turísticos.

Assim, outro diferencial é a possibilidade de verificar a quilometragem de um ponto a outro por meio da calculadora de distâncias, o que permite programar melhor o roteiro desejado.

A página está disponível em português e já conta com 70 destinos traduzidos para o inglês. O acesso pode ser via computador, tablet ou celular.

Sobre atrações e destinos turísticos do Paraná leia também:

Governo aposta na diversidade de atrações para movimentar o Litoral

Cicloturismo nas atividades dos Jogos de Aventura e Natureza

No Parque dos Godoy, turista conhece a mata nativa

Turismo rural conquista visitantes em diversas regiões do Estado

Santuários e celebrações compõem o turismo religioso do Paraná

Gastronomia, roteiros rurais e eventos são atrativos do Oeste

Parque do Guartelá é uma boa opção para aventureiros

Rota do Pinhão oferece diversidade de atrações turísticas

Paraná quer fazer do turismo uma matriz da economia, diz governador

Enoturismo atrai visitantes à Região Metropolitana de Curitiba

História, cavalgada e natureza encantam na Rota dos Tropeiros

Mil quilômetros de praias de água doce enriquecem turismo do Paraná

Todas rotas turísticas despertam para a fé no Vale do Ivaí

Atrações e celebrações de crenças atraem turistas ao Paraná
Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

SHOW DE FOGOS

Réveillon em Copacabana deve reunir 2,8 milhões de pessoas

DESCOBERTA

Sítio paleontológico no Paraná revelou quatro espécies de animais

VIVA LEVE

Passeio ciclístico será nesta quarta (22), em Guarapuava

Comentários