Cuidados com os pés devem ser redobrados no inverno

Especialista diz que uso de sapatos fechados por longos períodos de tempo pode favorecer infecções e provocar incômodos

Basta o termômetro baixar para as botas e sapatos fechados saírem do armário. Nos dias frios, os pés são abafados por meias e, muitas vezes, apertados dentro dos calçados. De acordo com o dermatologista da Altacasa Clínica Médica e chefe do setor de Cirurgia Dermatológica da Santa Casa de SP, José Jabur da Cunha, é preciso redobrar a atenção para evitar incômodos como frieiras, micoses, calos, bolhas e unhas encravadas.

O especialista explica que as frieiras são um tipo de inflamação na pele causada pelo atrito e umidade e, muitas vezes, agravada pela presença de um fungo, que surge principalmente entre os dedos dos pés:

A área afetada pode coçar muito, ficar avermelhada, úmida e com fissuras. É indicado o uso de remédios antifúngicos, além de cuidados para evitar umidade no local, como secar bem os pés depois do banho, usar talcos e preferir meias de algodão

Além da frieira, o médico afirma que existem outras micoses dos pés, que podem ser transmitidas por contato direto com uma pessoa infectada ou com superfícies contaminadas, como pisos de banheiros e vestiários. Estas micoses costumam coçar e levar a descamações na sola dos pés. “Aquilo que as pessoas acham que é causado por ácido úrico, na planta dos pés, geralmente é uma micose que pode ser tratada. Não tem relação com o ácido úrico”, esclarece o dermatologista.

Entre os hábitos que podem resultar em complicações, está o de vestir meias logo após o banho quente, sem antes secar muito bem a região. Segundo Jabur, o resultado são mais fungos, bactérias e frieiras:

É necessário secar bem entre os dedos dos pés com a toalha, após o banho, para evitar que as dobrinhas da pele fiquem úmidas, antes de colocar um calçado fechado. Recomendo, inclusive, o uso de secadores de cabelo no local. Junto com uma boa higiene, esta é a melhor maneira de manter os pés livres de micoses e frieiras

Isso porquê as micoses aparecem em partes do corpo abafadas e expostas à umidade. “Nós temos a cultura de só olhar para os pés no verão, nos dias de sol e calor por conta das sandálias. É preciso cuidar o ano inteiro, mantendo os pés sempre que possível secos e arejados”, conclui.

DICAS E CUIDADOS

  • Evitar o uso do mesmo sapato por dois dias seguidos;
  • Retirar sapatos, tênis e botas ao chegar em casa. O ideal é que os calçados sejam colocados para arejar e ventilar antes de serem guardados no armário;
  • Meias e sapatos devem estar sempre limpos e secos;
  • Secar bem os pés antes de colocar meias;
  • Preferir meias de algodão a meias de nylon ou de qualquer tecido sintético;
  • Usar talco nos pés;
  • Em casa, procurar deixar os pés descalços e sem meia, para que possam “respirar”;
  • Calçar chinelos ao tomar banho em banheiros públicos, como em escolas, clubes e academia;
  •  Cortar e lixar as unhas dos pés com frequência. Preferir o corte quadrado para não encravar nos cantos. Unhas grandes são mais difíceis de limpar;
  • Evitar sempre manipular os cantos das unhas ou embaixo da unha: isso muitas vezes leva a unhas encravadas;
  • Hidratar os pés com um creme específico para a região.

Relacionadas

CUIDANDO DO CORPO

Aumente a imunidade treinando na Bio X-Training em Guarapuava

CUIDANDO DO SORRISO

Oral Sin: cuidando de um dos bens mais preciosos, o sorriso

FITNESS

XBody a novidade que está fazendo sucesso no mercado fitness

Comentários