‘Cultura e Arte para Qualquer Parte’, a história de Rita Felchak nas telinhas

Um mini documentário de cinco episódios lançado pela companhia vai apresentar o entrelace entre o teatro e a vida de Rita Felchak

Cultura e Arte para Qualquer Parte, a história de Rita Felchak nas telinhas (Foto: Arquivo pessoal)

*Reportagem com vídeo

Nos últimos dias os seguidores da Felchak Produções e Arte e Manha no Facebook receberam uma notícia do grupo. De acordo com o post, em setembro deste ano vão ser lançados cinco episódios do primeiro documentário do coletivo. O teaser de Cultura e Arte para Qualquer Parte já está disponível. Assim, no vídeo, é possível entender um pouco do que vem aí.

Uma vida dedicada à cultura, à transformação, às oportunidades e ao olhar da criança. Rita Felchak conta a história de luta e de muita arte! Arte e Manha! Pessoas que passaram pelo caminho, oportunidades e momentos únicos. Caminhos que se atrelaram pra costurar outras novas histórias. Uma colcha de retalhos que ficará eternizada no coração de todos nós.

No post, o carinho dos amigos e fãs chegou em forma de felicitações nos comentários. Em um deles, Eduardo Bischof comenta a emoção. “Muito importante pra história da cidade, da arte e da cultura local. Emocionante”.

Além disso, Daiana Felchak, atriz e produtora, dirigiu o filme.

RITA FELCHAK

Em meio a dificuldades, com muita garra, força e coragem, Rita Felchak decidiu viver de arte mesmo quando isso não parecia ser possível em Guarapuava. Seguindo o pensamento de Laynne Criskel, “a arte salva a vida e nos ensina a viver”, é que o trabalho da Felchak ganhou cada vez mais espaço.

Aos poucos, o grupo se tornou conhecido e muito querido, por onde quer que passasse. A música de Aleh expressa um pouco do carinho das pessoas. É aquilo “quem não lhe conhece, quer lhe conhecer” e quem viu o trabalho, quer ver milhares de outras vezes. Afinal, a arte é a autoexpressão.

Rita e Dody, fiéis escudeiras uma da outra, estiveram juntas desde o início. Desde as aulas de arte no teatro do Colégio Belém, quando David, filho de Rita, era criança. Lá, ele acompanhava a mãe, instigado pelas apresentações do grupo. Com Daiana, também filha da artista, não poderia ser diferente.

Desse modo, com a paixão pela arte e com a valentia de um mulher guerreira, Rita motivou os guarapuavanos no quesito respeito, amor e cuidado com o teatro. Para a professora Níncia Teixeira, em um post, ela [Rita] ensinou os moradores locais o que é admirar essa forma de arte. Além disso, a professora valoriza os gestos da Felchak com os artistas locais, sempre colocados nas grandes produções da empresa.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ILUSTRANDO ARTE

Jonathan Bemol faz ilustrações com críticas sociais

COMEMORANDO O PRIMEIRO ANO

Matheus Federizzi comemora um ano de Xbody em Guarapuava

RECONHECIMENTO

Ford Fancar Guarapuava está entre os 10 melhores Distribuidores Ford

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com