Curta “Entes Paralelos” de produtor argentino é filmado em Guarapuava

O produto conta com a participação de profissionais da cidade na produção e na atuação do curta. "Entes Paralelos" é uma criação do argentino Isaac Huna

Curta “Entes Paralelos” tem cenas filmadas em Guarapuava (Foto: Divulgação)

*Reportagem com vídeo

Guarapuava se tornou cenário de filme nos últimos dias. Isso porque, o curta experimental e independente “Entes Paralelos” foi filmado na cidade. O projeto é uma criação do argentino Isaac Huna, com direção de oito profissionais brasileiros, divididos em seis estados do país. Com roteiro inovador, o drama/suspense surge em meio a pandemia de covid-19, passando por algumas limitações técnicas e profissionais.

Isso porque não é permitida aglomeração de pessoas e outras coisas que eram comuns em sets de filmagem. Além disso, o roteiro e a produção também são de Isaac. Algumas cenas de “Entes Paralelos” foram dirigidas pelo diretor e professor universitário guarapuavano Clerio Back. Além das cenas no município e do diretor, o curta também conta com participação de um ator de Guarapuava, Douglas Zanon, que interpreta o youtuber Bruno.

De acordo com Douglas, esse foi um momento diferente para a carreira, já que não trabalhou muitas vezes em Guarapuava, mesmo sendo daqui. “Gravamos cenas na Lagoa das Lágrimas. Mesmo com o frio da cidade, a movimentação despertou curiosidade em quem passava por ali, as pessoas se aproximavam para perguntar e tentar entender o que estava ocorrendo. Por isso, convido todos para que assistam nosso trabalho que será lançado em outubro”. Em Guarapuava, a produção contou com Pedro Neto como assistente de produção e drone e Tom Gonçalves como assistente de produção, cena e som.

(Foto: Divulgação)

PARCERIAS

Essa é a primeira produção do canal Frame Latino, e em parceria com as produtoras: SLK Comunicação (RJ), Dream Factory Films (SP), Fraga Filmes (SP), Primeiro Olho Filmes (SP), Inspira Filmes (GO), Núcleo Vídeo Produções (PR), Arterio Produções (PR), Mundi Imagem/Conteúdo Digital (PA).

O ator Ricardo Duarte, que participou da produção, comenta que a experiência foi cansativa, mas valeu a pena todo o trabalho. “Foi um processo longo, mas espero que as pessoas gostem muito do resultado”.

Para um dos diretores, Tomires Ribeiro, que cuida da fotografia do filme, esse é um produto audacioso. “É um prazer trabalhar com grandes nomes, são 11 atores, oito diretores de diferentes estados. Eu agradeço pela oportunidade, vai ser um resultado lindo e muito legal”. Veja abaixo vídeo de depoimentos de equipes do curta.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

UMA BOA AÇÃO

Ciclista pedala mais de 300 km para incentivar doação de órgãos

MAIS CULTURA DURANTE A PANDEMIA

Orquestra Sinfônica do Paraná faz concertos virtuais de gratuitos

FAZER O BEM

Campanha em prol do menino Nathan busca doações

Comentários