Denis Santos lança “O Gaiteiro Cadáver do Pinhão”

Denis Santos é o policial que mais escreveu livros de ficção no Paraná. A nova obra do escritor traz uma narrativa de investigação com trechos de comédia

Denis Santos lança “O Gaiteiro Cadáver do Pinhão” (Foto: Sabrina Ferrari/RSN)

Denis Santos é policial militar e escritor, a arte é mais que um passatempo, já que ele observa o mundo e o trabalho com outros olhos. O PM e escritor trouxe o mais novo livro até a redação do Portal RSN. “O Gaiteiro Cadáver do Pinhão” traz uma narrativa de investigação com trechos de comédia. De acordo com Denis, o livro é dedicado as filhas Ana Júlia e Maria Fernanda.

Uma professora aparece na delegacia, procurando um homem que a polícia tinha certeza que já tinha morrido. E ainda, o que era aquilo de um sujeito estar correndo pelado na madrugada, pela avenida? Tudo isso em: “O Gaiteiro Cadáver do Pinhão”. Um livro de ficção engraçada e investigativa. 

A narrativa foi ambientada antes da pandemia, mas para Denis, a história, assim como a literatura como um todo, é uma ótima aliada durante o isolamento social, quando mais precisamos de cultura e entretenimento.

A obra de ficção foi escrita em nove dias, como informa o autor no livro. “Quero incentivar a leitura, principalmente neste momento de distanciamento social em todos procuram ficar em casa, fazendo o que é melhor e certo. No livro você pode encontrar momentos sérios, momentos para dar risada. Isso que faz com que o escritor tenha mais gosto no que cria”.

(Foto: Sabrina Ferrari/RSN)

Todos os personagens do livro são criados por Denis.

O ESCRITOR

Denis Santos é o policial que mais escreveu livros de ficção no Paraná. Formado em História, pela Faculdade Espírita de Curitiba, Denis já escreveu vários livros (novelas/policiais) de ficção e está na Polícia desde 2001.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BOAS ESCOLHAS

Athletico contraria tendência de contratar técnicos de fora e se dá bem

PREMIAÇÃO

Artigo da Unicentro sobre turismo é premiado em fórum internacional

MÚSICA

Prepare a cesta de piquenique: o Sounday está de volta

Comentários