Deputado pedala 1.500 km levando a bandeira da deficiência

O deputado estadual Subtenente Everton criou o projeto Pedala Paraná. Assim, no percurso ele visita 18 municípios e já passou por Guarapuava

Deputado pedala 1.500 km levando a bandeira da deficiência (Foto: Divulgação)

O mês de novembro está sendo diferente para o coordenador da Frente Parlamentar do Paradesporto, deputado estadual Subtenente Everton. Isso porque, ele criou e está executando o projeto Pedala Paraná. Ou seja, Everton vai percorrer mais de 1.500 km de bicicleta.

De acordo com o parlamentar, a intenção é fomentar o ciclismo e o paraciclismo como ferramentas de inclusão social, iniciação esportiva e lazer. Conforme Everton, o alvo crianças, adolescentes e pessoas com deficiência. Desse modo, em prol da ação, o deputado começou a quarta (25) pedalado 104 km de Irati até Guarapuava.

Nos 1.500 km de bicicleta, Everton vai visitar instituições voltadas à pessoas com deficiência em 18 cidades do Paraná. Sendo assim, o objetivo é terminar o percurso em aproximadamente 15 dias. A saída de Curitiba, cidade onde o parlamentar mora, ocorreu na segunda (23).

O ciclismo é uma atividade física que traz diversos benefícios para a saúde, e a bicicleta é um meio de transporte sustentável e importante para a preservação ambiental, também. Durante o percurso do Projeto Pedala Paraná, estarei levando para nosso Estado a bandeira das pessoas com deficiência e doenças raras em diversas instituições que irei visitar para fortalecer o incentivo, a inclusão e a prática do paradesporto.

(Imagem: Divulgação)

O ROTEIRO

Portanto, durante o percurso o deputado seguiu de Curitiba a Palmeira, onde visitou a Apae e a Associação de Equoterapia Estrela Guia. Posteriormente, passou por Irati, onde também visitou a Apae. Em seguida, veio a Guarapuava e conheceu a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Visuais (Apadevi) e a Associação dos Deficientes Físicos de Guarapuava.

(Foto: Divulgação)

Após, o deputado passou por Nova Laranjeiras onde conversou com a direção da Apae. Já em Cascavel, o parlamentar vai estar presente na Associação dos Paratletas de Cascavel, Associação Cascavelense de Amigos de Surdos e na Associação dos Deficientes Físicos de Cascavel.

Em Foz do Iguaçu, o deputado visita a Associação Cristã de Deficientes Físicos de Foz do Iguaçu e o Centro de Reabilitação Física de Foz do Iguaçu. Na cidade de Ubiratã, ele conhecerá a Associação dos Deficientes Físicos de Ubiratã. Além disso, no norte do Paraná, visita em Maringá a União Metropolitana Paradesportiva.

Em Londrina, a Associação dos Deficientes Físicos de Londrina e o Instituto Pernas Preciosas. Seguindo para Arapongas visita a Associação de Pessoas Portadoras de Deficiência. E na cidade de Apucarana conhece as instalações da Associação dos Deficientes Físicos de Apucarana (Adefiap) e a Apae de Califórnia.

Na região dos Campos Gerais, já retornando para o ponto de partida, o Deputado vai conhecer a Apae de Ortigueira e em Ponta Grossa. No trajeto também está incluído visitas às associações das cidades de Campo Mourão e Mauá da Serra.

(Foto: Divulgação)

De acordo com o deputado, a escolha das instituições se deu por conta das atividades paradesportivas oferecidas nestas entidades.

Então, nosso principal critério de escolha das instituições que vamos visitar está relacionado com a promoção do paradesporto feita por diversos atletas com deficiência no Estado. Além de levar o nome da associação em que frequentam à níveis municipal, regional, nacional e internacionalmente, nossos atletas precisam de mais apoio e investimentos e por essa razão é que vou conversar com a direção das instituições selecionadas para ouvir demandas e ajudar apoiando diversos projetos afim de fomentar o paradesporto no Paraná.

O subtenente se preparou durante sete meses para enfrentar o desafio, que para ele é um sonho. Everton é coordenador da Frente Parlamentar do Paradesporto na Assembleia Legislativa do Paraná.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

UMA BOA AÇÃO

Ciclista pedala mais de 300 km para incentivar doação de órgãos

MAIS CULTURA DURANTE A PANDEMIA

Orquestra Sinfônica do Paraná faz concertos virtuais de gratuitos

FAZER O BEM

Campanha em prol do menino Nathan busca doações

Comentários