Felchak sobe ao palco nesta quarta no Teatro Municipal em Guarapuava

Felchak apresenta 'Encantos', uma peça infantil, às 13h30 e às 15h30. Às 20h a Revolução das Mulheres mostra um texto escrito em 400 a.C

Artistas da Pelchak Produções em cena (Foto: Reprodução/Facebook)

A Felchak Produções entra no palco na tarde e na noite desta quarta (6) para a apresentação de duas peças.  De acordo com a diretora Rita Felchak, às 13h30 e às 15h 30 atores encenam ‘Encantos’. Trata-se de uma peça infantil que coloca em cena dois personagens, num contraponto entre a vida urbana e o cotidiano do campo.

Concebida por Rita, David e Daiana, a peça busca conscientizar as crianças sobre a preservação do meio ambiente, entre outros aspectos necessários aos dias de hoje.

Conforme Rita Felchak, as apresentações fazem parte do Festival de Teatro do Centro-Oeste (Feteco), organizado pela Unicentro. A entrada é de graça.

Porém, às 20h atrizes da Felchak mostram ‘A Revolução das Mulheres’. Essa foi escrita por Aristófanes, em cerca de 400 a.C. Encenada em Atenas, numa praça pública, o texto nunca foi tão atual.

A comédia é uma sátira às teorias filósofos da época, principalmente os sofistas, que mais tarde se cristalizaram na República de Platão.

MULHERES NO PODER

Conforme o texto, lideradas pela eloquente Valentina as mulheres de Atenas decidem tomar conta do poder. Assim, cansadas da incapacidade dos homens no governo, impõem uma nova constituição, com base na comunidade dos bens, tendo em vista, segundo Valentina, a eliminação da miséria.

Inspiradas no princípio de que há similaridade entre a direção da coisa pública e do lar, as mulheres governarão a cidade com a mesma eficiência com que cuidam de suas casas, para satisfação de todos e todas.

Não haveria mais ricos de um lado e pobres de outro. Atenas será como uma única habitação, na qual cada um poderá obter, num fundo comum, o necessário à sua subsistência, graças a reformas de base como a comunidade de bens e de mulheres.

“O texto é tão atual e mostra como não evoluímos nada de lá para cá (de 400 a.C)”, diz Rita Felchak ao Portal RSN.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

 

 

 

 

Relacionadas

LAZER

MON terá oficina de construção de brinquedos neste domingo

CULTURA PARANAENSE

Férias no Museu Paranaense valorizam povos originários do Paraná

DIFERENÇA PARA QUE É DIFERENTE

O bar mais charmoso da cidade, Stone Crow reabre e vem repaginado

Comentários