Ford Fancar doa mais de mil litros de leite para ACPAC em Guarapuava

De acordo com o supervisor administrativo da ACPAC, Waldemar Brustolin Neto, ações como essa são determinantes para o bom andamento da 'casa'

Ford Fancar doa mais de mil litros de leite para ACPAC em Guarapuava (Foto: Sabrina Ferrari/RSN)

O Outubro Rosa marcou um mês de conscientização e alerta às mulheres e à sociedade sobre a importância de prevenir e diagnosticar precocemente o câncer de mama e o câncer de colo do útero. Pensando em apoiar a causa, a Ford Fancar Guarapuava, assim como todas as lojas da rede, organizaram uma arrecadação beneficente de leites e lenços.

O intuito foi apoiar as instituições de caridade do município. Desse modo, a instituição escolhida foi a Associação Casa de Passagem e Apoio à Pessoa com Câncer (ACPAC).

(Foto: Sabrina Ferrari/RSN)

Portanto, tudo o que a equipe arrecadou em leites e lenços, a Fancar doou em dobro para a ACPAC. O grupo entregou os produtos nessa segunda (9), quando terminou a campanha. De acordo com a equipe da Fancar, cada loja poderia escolher uma instituição. “A gente buscou uma instituição ligada ao câncer, para ir de acordo com a nossa ideia inicial de fazer a arrecadação no Outubro Rosa. Aqui em Guarapuava nós escolhemos a ACPAC, porque eles atendem toda a nossa Região”.

Nossos clientes e amigos arrecadaram e agora a Ford Fancar doou em dobro. São 1.096 litros de leites. As pessoas podiam doar nas lojas da Fancar. Fizemos toda a divulgação pelas redes para alcançar o maior número de pessoas possível.

Segundo Henrique Ceccarelli, diretor da Ford Fancar, a ação busca incentivar a empatia e a solidariedade de todos que podem colaborar. “Assim, trazendo um pouco mais de esperança aos pacientes e seus familiares que lutam contra o câncer. É um momento que tanto pacientes, como familiares, estão fragilizados e por vezes impossibilitados de trabalhar. A Fancar agradece a todos os clientes, fornecedores e colaboradores por esse apoio e doações realizadas, pela mobilização nas redes sociais, incentivando mais empresas a fazerem o mesmo, mostrando que juntos somos mais fortes”.

De acordo com o supervisor administrativo da ACPAC, Waldemar Brustolin Neto, ações como essa são determinantes para o bom andamento da “casa”. “Então, nós somos uma instituição não governamental. Por isso, essas ações são fundamentais, elas ajudam a instituição se manter. Somos utilidade pública, podemos receber doações e precisamos prestar contas. A ACPAC é mantida pela sociedade”.

ACPAC

A ACPAC é uma entidade sem fins lucrativos. Fundada em maio de 2002, inicialmente recebe o nome de Associação de Apoio às pessoas com câncer. No entanto, a maior demanda no local, é para pacientes e acompanhantes pernoitarem. Bem como, para alimentação. Assim, a então ACOPECC (Associação Centro Oeste do Paraná de Estudo e Combate ao Câncer) ampliou o atendimento para Casa de Passagem. Hoje reconhecida pela Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais.

Em 2017, passou a se chamar Associação Casa de Passagem e Apoio à Pessoa com Câncer (ACPAC). A Instituição conquistou sede própria em Guarapuava em 2010, com esta estrutura. Portanto, atende hoje os pacientes vindos dos 20 municípios cobertos pela 5ª Regional de Saúde, que estão em tratamento oncológico. O intuito é promover como ação preponderante, a assistência social de forma gratuita, contínua e planejada, sem qualquer discriminação. Com isso, fortalecendo vínculos e proporcionando orientação, apoio e qualidade de vida durante o tratamento oncológico.

Além disso, acompanhamentos contínuos podem ser feitos na associação como psicologia, microfisioterapia, reiki e palestras. Contudo, por causa da pandemia, assim como em outros setores, o funcionamento da instituição passou por mudanças, como aponta Waldemar Brustolin.

“Nós não podemos tirar as pessoas de casa, elas correm riscos. Por isso, nós temos 50 famílias hoje e nós vamos toda sexta levar leite e alimentos do Mesa Brasil. Mas, também, uma vez por mês levamos cesta básica para famílias com vulnerabilidade econômica”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

PEDALANDO PELO PARANÁ

Deputado pedala 1.500 km levando a bandeira da deficiência

MAQUIAGENS ARTÍSTICAS

Arte em make: Maria Crisstina ganha as redes com grandes produções

NATAL DE AMOR

Campanha Papai Noel dos Correios já está recebendo cartinhas

Comentários