O violão, duas filhas e o final de férias de Davi Tavares em Guarapuava

Músico retornou a Madri onde vive desde 1987

A temporada de férias acabou e ele pegou o violão, as filhas Johanna e Marina, e seguiu viagem, deixando, mais uma vez, o rastro da saudade. A distância entre a espanhola Madri e a brasileira Guarapuava é longa. Só para se ter uma ideia, são 8.394 km em linha reta entre a capital espanhola e a metrópole nacional São Paulo, o equivalente a 10h30 de voo, a 800 km/h de velocidade aérea. Mas é lá que o guarapuavano Davi Tavares mora desde 1987.

(Foto: Divulgação)

Chances de curtir férias em qualquer lugar do mundo ele tem. Mas a escolha sempre cai sobre a sua cidade natal. É aqui que vive a sua mãe, a Dona Maria, os irmãos Mara Rúbia e Paulo. Danilo mora em Curitiba.

“Guarapuava é o meu berço. Aqui tenho parte da minha família e a maioria dos meus amigos. Me sinto em casa. Guarapuava e Porto Belo são meus quartéis generais”, disse ele ao REDE+, parada obrigatória do músico que alçou voos no cenário cultural estrangeiro.  Não podendo faltar também um almoço na chácara Morada da Lua. Mas como a música está no seu DNA, Davizinho – como o tratam os mais íntimos –  aproveitou a sua estadia no Paraná e em Curitiba iniciou a gravação de um novo CD.

“É um trabalho autoral misturado com música popular brasileira, mesclando o ritmo Brasil com o flamenco”. De acordo com Davi Tavares, uma banda lhe dá apoio no CD que terá oito músicas.

Já em solo espanhol, Davi Tavares fará os últimos preparativos para a turnê com o saxofonista cubano Paquito de Ribera, considerado um dos maiores do mundo. “Vamos a Londres, Suíça, Alemanha e outros países europeus, com clássicos espanhóis”.

Além dessa parceria com o cubano, o guarapuavano já tem a sua carreira musical marcada por participações em shows de Gilberto Gil, Jorge Ben Jor, Wagner Tiso, Naná Vasconcelos, Maria Creuza, entre outros artistas nacionais de internacionais.

“Me sinto realizado e já poderia morrer satisfeito”.

Relacionadas

CULTURA E ARTE

Felchak vai abrir inscrições para quem deseja fazer arte

LAZER

MON terá oficina de construção de brinquedos neste domingo

CULTURA PARANAENSE

Férias no Museu Paranaense valorizam povos originários do Paraná

Comentários