Pais de criação geram filhos do coração e comemoram o Dia dos Pais

Neste Dia Dos Pais, padastros comemoram ao lado dos enteados, afirmando que a responsabilidade, o amor e a alegria caminham juntos

Pais de criação geram filhos do coração e comemoram o Dia dos Pais (Foto: Reprodução/Pixabay)

Já diz o ditado, pai é aquele que cria. Desse modo, é engano achar que o sentimento paternal se desenvolve biologicamente. Afinal, o que realmente importa é o sentimento e o cuidado, tenha filho de sangue, por adoção ou por consideração.

A formação dos núcleos familiares que incluem padrastos e enteados impõe o desafio de aceitação que envolve todas as pessoas da casa. Além de construir o relacionamento conjugal, o casal também precisa saber lidar e envolver o filho de uma relação anterior. De acordo com a psicóloga Diane Querino, maturidade e responsabilidade são a chave para que a harmonia e bem-estar da família continuem. “O segredo para estabelecer um relacionamento com confiança e amizade é agir com transparência. Na minha opinião, o maior desafio para as crianças é deixar de lado a insegurança e dar espaço para a amizade e tranquilidade”.

É nessa ideia que se baseia o relacionamento paternal entre Adriano e Naomi. Ele começou a namorar com Emilly, quando a filha dela tinha sete meses. De lá para cá, o carinho foi se consolidando e hoje, ela até chama o padrasto de pai. “Ela ama ele, quando o chama de pai, ele até chora, fica muito emocionado. Assim, eu percebo que fiz uma boa escolha, minha filha me ajuda a perceber que estamos com alguém que cuida da gente”.

(Foto: Emilly Ferraz)

O ideal é fazer a transição passo a passo e construir laços afetivos baseados no amor e no respeito.

De acordo com Emilly, o namorado também ajuda nos afazeres de casa, ensinando e tomando conta da criança enquanto ela trabalha. “Naomi me troca por ele. Dormem juntos, ele que leva ela para o banho, fica com ela para eu trabalhar, faz comida, leva ela passear, faz tudo para ela. Ele tem responsabilidade com ela”. Para Diane, a psicóloga, tudo isso deve ser incluído aos poucos na rotina. “Um relacionamento saudável e positivo é feito de muitos momentos igualmente saudáveis ​​e positivos, de modo que as conquistas sempre serão concluídas de forma lenta e paciente”.

(Foto: Emilly Ferraz)

DUPLAMENTE PAI

Thyago Ramos é pai duas vezes, uma de criação e outra biologicamente. Quando casou, a esposa já tinha uma filha, o que o fez criar um carinho enorme pela paternidade. “Hoje a Ellana tem 11 anos. Sou pai de primeira viagem da Lívia e pai de coração da Ellana. Para mim ser pai é viver um amor sobrenatural”.

Quando temos um filho descobrimos uma força que não sabíamos que existia, mas agora existe e nos faz ter certeza que faríamos por nossos filhos o possível e o impossível. Somos como heróis para nossas crianças.

Para Thyago, a responsabilidade de ter uma filha do coração é grande, mas ele afirma que sempre fará de tudo para que a menina cresça com os melhores exemplos e cheia de amor, afeto e maturidade. “Pode não ser do mesmo sangue, mas sempre vou amar como se fosse. Minhas filhas são tudo para mim, minha vida. Sempre farei tudo por elas. São o que me inspira todos os dias para enfrentar o mundo e não deixar faltar nada para elas. Sempre que me recordo, fico com um sorriso no rosto”.

PAI DE PRIMEIRA VIAGEM

Peter se tornou pai três dias antes da data que comemora a responsabilidade de dar vida e criar uma pessoa. Ele, é pai de primeira viagem e diz que o sentimento hoje não pode ser mensurado. “Ao longo das semanas, desde o dia que descobrimos a gravidez, até esse lindo momento que é o nascimento da minha filha, vivi todos os tipos de emoção. Ficava pensando como ela seria e foram momentos lindos. São muitos questionamentos que fazemos, mas o mais importante é saber que nossa vida muda para melhor e me sinto muito feliz em poder celebrar meu primeiro Dia dos Pais”.

A chegada da primeira filha fez que Peter enxergasse um pouco de esperança, felicidade e sorte em 2020, um ano de incertezas. Após todo o tempo de espera, a menina chegou para trazer alegria para toda a família, principalmente para ele que pode experimentar o sentimento de comemorar a data ao lado da filha.

A chegada dela, significa  tudo para mim. Quando nossas pais falam para a gente as coisas certas e erradas muitas vezes ficamos frustrados. Porém, hoje vejo que só querem o melhor, mostrando o que eles já passaram e a experiência que eles têm. Nesse momento a gente vê o quanto é importante os pais e tudo que eles sempre nos dizem.

Leia outras notícias no Portal RSN. –

Relacionadas

FAZER O BEM

Vaquinha on-line quer ajudar idosa que perdeu bens em casa incendiada

PEDALANDO PELO PARANÁ

Deputado pedala 1.500 km levando a bandeira da deficiência

MAQUIAGENS ARTÍSTICAS

Arte em make: Maria Crisstina ganha as redes com grandes produções

Comentários