Pequenas guarapuavanas entram no ritmo da ginástica

Projeto desenvolvido na Unicentro ainda tem vagas para participação

Ginastas durante apresentação (Foto: Divulgação)

Mias uma modalidade esportiva ganha força entre os guarapuavanos. Desta vez, trata-se da ginástica rítmica, que atrai adeptas entre sete e 14 anos de idade. Uma parceria entre o Departamento de Educação Física da Unicentro, em convênio com o Estúdio de Dança Shauane Emanuela, o projeto de extensão Oficinas de Ginástica Rítmica é desenvolvido no ginásio de esportes do campus Cedeteg, da Unicentro.

Letícia Bini, oito anos, diz que gosta da ginástica rítmica porque a modalidade mescla exercícios e técnicas de dança. Além disso, Letícia também gosta de competir. Em 2017, ela participou de provas individuais e em grupo.

“As competições sempre são legais também porque a gente quer ganhar das outras pessoas, às vezes a gente perde, daí ganha e é bem engraçado”.

Os objetivos são incentivar a prática da modalidade e descobrir talentos para o esporte. As oficinas, nesses dois anos de funcionamento, como conta a coordenadora do projeto, professora Verônica Volski, já mostraram ter bons resultados. “Nós fizemos um projeto-piloto e, mesmo assim, nós obtivemos uma receptividade bem grande por parte das meninas, das atletas de ginástica rítmica. Tanto é que nós temos alunas que estão com a gente desde o início”.

As atividades são orientadas pelas professoras Verônica e Shauane e acompanhadas por acadêmicas de Educação Física. O projeto ainda tem vagas para meninas que queiram participar. A mensalidade – destinada ao custeio das roupas e das viagens para competição – é de R$ 65,90 reais. As aulas são realizadas em dois horários: às terças e quintas, pela manhã, entre 9h30 e 11h; e às quartas e sextas, no período da tarde, das 15h30 às 17h. As inscrições devem ser realizadas nos dias, horários e no local dos treinamentos.

Relacionadas

CULTURA E ARTE

Felchak vai abrir inscrições para quem deseja fazer arte

LAZER

MON terá oficina de construção de brinquedos neste domingo

CULTURA PARANAENSE

Férias no Museu Paranaense valorizam povos originários do Paraná

Comentários