A tradição gaúcha na ponta da língua

Comitiva guarapuavana (Foto: arquivo pessoal)

Elas sabem tudo sobre a cultura tradicionalista, na teoria e na prática. Declamam, dançam, participam de provas campeiras, elaboram típicos da cultura gaúcha, tocam. Essas são apenas algumas provas do concurso, cujo extenso regulamento prevê o grau de dificuldade conforme cada categoria.

Como se vê a graça, a beleza, a simpatia e a desenvoltura das meninas surgem como coadjuvantes no concurso cultural, mas são requisitos exigidos.

E foi com esse conhecimento, transmitido de pai para filho, que as prendas Sofia Zorzetti Pchegoski, Jaqueline Novos e Lavínia Ribas trouxeram títulos para Guarapuava durante a fase estadual do Concurso Prendas e Peões Birivas do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), no último final de semana em Umuarama. Sofia foi eleita 1ª Prenda Juvenil; Jaqueline, 1ª Prenda e Lavínia, 2ª Prenda Mirim.

Os peões, apesar do bom desempenho não conseguiram classificação.

O concurso do MTG divulga os conhecimentos da cultura gaúcha, proporcionando o repasse do tradicionalismo de geração para geração. De acordo com Daniela Zorzetti, mãe de Sofia e do peão regional, Matheus, as invernadas incentivam essa preservação.

“Nos Centros de Tradições Gaúchas [CTG´s], as invernadas campeira, artística e cultural fazem eventos, divulgação, projetos para manter viva essa tradição”.

Comentários