7ª Aisp, de Guarapuava, tem queda no número de crimes contra pessoas

Os crimes contra patrimônios também apresentaram queda de 13,25%, ou seja, 676 a menos em 2020. Conforme a Sesp, em 2019, ocorreram 5.103

7ª Aisp, de Guarapuava, tem queda no número de crimes contra pessoas (Foto: Reprodução/Pixabay)

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR) divulgou os dados atualizados sobre os crimes ocorridos no terceiro trimestre de 2020. Assim, de acordo com o levantamento, a 7ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), que inclui Guarapuava, teve queda de 447 nos crimes contra pessoas de 2019 para 2020. Isso porque, em 2019 foram registrados 2.833 e em 2020, 2.386, a variação pode ocorrer em -15,78%.

Além disso, em 2019 o ano com maior número desse tipo de crime é setembro com 717. Já em 2020, o mesmo mês teve 648, com uma queda de 9,62%. Os crimes contra patrimônio também apresentaram queda de 13,25%, ou seja, 676 a menos em 2020. Conforme a Sesp, em 2019, ocorreram 5.103 crimes desse tipo e em 2020, 4.427.

(Imagem: Reprodução/Sesp)

A violência sexual, é uma das formas mais graves de violação dos direitos humanos. De acordo com o Portal Saúde, no Brasil, existe uma vítima a cada 11 minutos. Na 7ª Aisp, janeiro de 2020 foi o mês com maior número de ocorrências de crimes contra a dignidade sexual, com 44 casos. No total, há 229 registros de janeiro a fevereiro. Desse modo, há uma queda de 9,49% em relação ao ano anterior quando ocorreram 253 ocorrências de assédio, estupro, entre outros.

DROGAS

De acordo com o boletim, de janeiro a setembro do ano passado foram apreendidos mais de 3.400 quilos de maconha. A maior apreensão ocorreu em agosto com mais de uma tonelada. Já cocaína, os policiais apreenderam 33,63 quilos durante os nove meses analisados. Segundo o relatório, quatro quilos de crack também foram apreendidos em Guarapuava e 55 de LSD.

Em outubro de 2020, Policiais Civis cumpriram quatro mandados judiciais de busca e apreensão e prisão em Guarapuava. De acordo com informações da Polícia Civil, em uma casa em frente ao Parque do Lago, ocorreu a prisão de um DJ. Ele estaria distribuindo drogas sintéticas na cidade, sob a coordenação de outro homem, que está preso na Cadeia Pública.

Em novembro, um jovem de 20 anos acabou preso por tráfico de drogas em Guarapuava. Ele estava com porção de maconha e comprimidos de ecstasy. Conforme a PM, a equipe fazia patrulhamento na praça Santa Terezinha, quando avistou duas pessoas fumando maconha. No entanto, essas são apenas algumas das ocorrências, visto que, quase, diariamente a polícia faz apreensão de drogas em Guarapuava e Região.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

JULGAMENTO

Weliton deve ir à júri popular pela morte de Wycaro em Guarapuava

Carreata pede 'impeachment' de Bolsonaro também em Guarapuava

SEGURANÇA PÚBLICA

Batalhão da PM recebe cinco novas viaturas em Guarapuava

Comentários